Vários sites, blogs e páginas das redes sociais começaram a compartilhar nas últimas horas um vídeo onde um #professor de Física está à beira de um ataque de nervos.

Ele aparece dando um sermão nos alunos por mais de cinco minutos. O motivo? A temperatura do aparelho de ar-condicionado, considerado por ele muito baixa.

A maneira como ele fala com os alunos ao perceber que alguém mexeu na climatização é surpreendente. Chega a provocar dúvidas se o episódio foi real mesmo ou se apenas se trata de uma montagem.

Na lousa é possível ver que a aula aconteceu há quase três anos. Trata-se de uma #Escola particular, em alguma cidade de Santa Catarina.

Publicidade
Publicidade

O mestre está concentrado em corrigir um exercício no quadro quando constata que está muito frio. Ele questiona quem alterou a temperatura. Um aluno levanta a mão assumindo a atitude. A partir daí, as frases ditas pelo educador causam perplexidade.

“Hoje eu não vou mudar. Vou deixar vocês passarem frio até enfartarem”, começou.

Depois, disse: “Vocês vem brincando que nem criança pequena lá debaixo e chegam suando. Tem cara que chega pingando. Vão se arrombar, frescura do c...Agora vão passar frio”.

E os xingamentos continuam. “Só de chegar aqui e sentir a temperatura eu pensei: ‘babacas, lá vem os merdas, lá vem os babacas mexer com a temperatura, porque o Otávio fica p... aí estoura e a galera adora, os vídeos bombam. Cambada de babaca”.

Ele parece não se intimidar com qualquer consequência do discurso e ainda avisa: “Ficou bravo? Fala com a coordenação.

Publicidade

Galera que tá achando ruim, fala com a coordenação e fala ‘ó pai, o professor me chamou de babaca só porque botei o ar a 19 graus no inverno”, diz, dando uma gargalhada forçada.

Quanto mais fala, mas demonstra irritação. “Tu não entende como é que funciona a porcaria do ar condicionado, é por isso que bota a 19, achando que vai gelar mais rápido? (Acha que) Se bota 24, gela devagar? Tá errado!”, grita, explicando que o processo de resfriamento da temperatura é igual, independente da temperatura selecionada. O que diferencia é apenas o momento em que o termostato deixa de diminuir a temperatura. Se estiver em 19 graus, a estabilização prossegue até o índice selecionado, o que para um inverno na região Sul do país é algo muito desagradável.

O mestre segue dizendo que por essas e outras é que pensa em diminuir bruscamente a carga horaria de aulas e pensa em se dedicar a ganhar dinheiro com a internet, já que não aguenta mais “dar aulas para filhinhos de papai”.

Os alunos ouvem todo o discurso sem dar um pio. Ao final, ele ainda percebe que está sendo gravado e caminha até a câmera dizendo: “Tá gravando? Ai que bonito”, antes de desligar o equipamento.