Um homem foi gravemente ferido quando foi atropelado por um pneu, isso mesmo um pneu de um carro. Roberto Carlos Fernandes, 50 anos, foi atingido por uma roda que soltou de um veículo em alta velocidade na tarde da última sexta-feira (17) em Ipatinga-MG. O homem foi levado ao Hospital Márcio Cunha e permanece internado. Segundo a família, seu estado de saúde é estável.

A família disse que o homem sofreu traumatismo craniano e algumas #lesões na região torácica, provocados pelo acidente inusitado. De acordo com algumas testemunhas que presenciaram a cena, Roberto estava caminhando normalmente em uma calçada da rua Calcedônia, próxima a avenida Pedro Linhares Gomes que é um pequeno trecho da BR-381, quando de repente sofreu um grande impacto na cabeça pela a roda que veio em alta velocidade, após soltar-se de um veículo que circulava na via.

Publicidade
Publicidade

O acidente foi filmado por câmeras de segurança de uma loja, e pode-se verificar que era intenso o tráfego na BR-381, e do nada um pneu vem descendo a rua quicando no asfalto e indo de encontro a Roberto que caminhava de costas ao lado de uma sobrinha, que por pouco também não foi atingida pela a rodagem.

Rapidamente, uma equipe do SAMU socorreu ao homem e ele foi levado ao hospital. Familiares contaram ao Portal Diário do Aço, que ele já estava internado no hospital porque havia sofrido um acidente vascular cerebral, tinha acabado de ganhar alta e voltava pra casa quando foi atingido pelo pneu.

A polícia informou que algumas testemunhas disseram que um veículo estava indo em direção a rua Coronel Fabriciano, e rebocava uma carrocinha, e ao passar naquele trecho uma das rodas soltou-se indo em direção ao pedestre, porém as testemunhas não conseguiram identificar o modelo do veículo, que até agora não foi encontrado.

Publicidade

A direção do Hospital Márcio Cunha informou que o estado do paciente é estável e ele não corre risco de morrer. Em relatório da PM afirma que o objeto que atingiu o pedestre foi apreendido para tentar encontrar o proprietário, e afirma que estava em péssimas condições de uso.

#traumatismo #Casos de polícia