Um vídeo produzido e divulgado pela Polícia de Blumenau, em Santa Catarina, mostra uma sequência de imagens de tirar o fôlego em uma perseguição a um suspeito.

O caso ocorreu no último dia 2, quando agentes da Rocam flagraram um motociclista em atitude suspeita e deram ordem de parada. Ele não respeitou a determinação e acelerou, achando que poderia se safar da abordagem. Conseguiu, mas da pior forma possível.

O vídeo mostra várias imprudências cometidas pelo rapaz, que cada vez acelera mais, até chegar à impressionante velocidade de 145 Km/h.

A todo momento ele expõe riscos à vida de outros condutores e de pedestres durante a fuga.

Publicidade
Publicidade

Entra em uma via de terra, depois acelera em uma ladeira e a mais de 100 km/k invade a preferencial de vias, seguindo em alta velocidade, inclusive na contramão.

Dirigindo loucamente, ele faz diversas ultrapassagens proibidas em vias de mão dupla, obrigando o policial que vem atrás correr vários riscos entre os carros.

Toda a perseguição é filmada pela câmera presa ao capacete do policial de moto, que pede reforço a todo momento aos colegas. No vídeo há também cenas registradas pelo circuito de monitoramento viário da cidade. Por novos ângulos é ainda mais angustiante acompanhar a ocorrência.

Chega um momento em que em uma via com limite de velocidade de 60 km/h e o fugitivo desenvolve impressionantes 145 km/h.

Segundo o vídeo, a central de monitoramento auxilia os policiais da Rocam em tempo real.

Publicidade

Em alta velocidade o suspeito invade uma preferencial em um cruzamento bastante movimentado. O pior está prestes a acontecer. Os policiais dão nova ordem de parada e novamente são ignorados.

Uma das últimas infrações que o fugitivo comete é avançar o sinal vermelho em alta velocidade. Ele não consegue desviar de um carro que cruza a pista e bate violentamente no veículo.

O impacto da batida é grande e o policial avisa que a colisão ocorreu, dando por encerrada a perseguição. O vídeo não informa se o motociclista morreu, mas faz um alerta de que situações como essa poderiam ser evitadas se a ordem policial for respeitada.

Pesquisando depois sobre o rapaz que descumpriu a ordem de parada, os policiais descobriram que ele é suspeito de crimes. Identificado como Eduardo Felipe, aparece no Facebook em uma foto com um revólver e também em posts onde desafia as autoridades policiais.

Em um dos posts, publicado em setembro do ano passado, ele diz: “Pode vim blazer, pode vim Rocam dentro da quebrada, quero vê quem pega (sic)”.

#Crime #Casos de polícia