Educar não é uma tarefa fácil. Professores trabalham por horas e, muitas vezes até perdem a paciência com os alunos. Nessa semana, um vídeo envolvendo um professor de física acabou dando o que falar. Nas imagens, o homem aparece à beira do ataque de nervos. O vídeo, muito bem gravado, parece até intencional. Durante cinco minutos, o docente briga com sua turma por achar que o ar condicionado está com a temperatura baixa demais. O jeito do professor em se expressar é tão curioso que levantou dúvidas se o episódio seria mesmo real ou não passa de uma montagem. Apesar do vídeo ter sido divulgado agora, o episódio aconteceu há cerca de três anos em uma escola particular do estado de Santa Catarina.

Publicidade
Publicidade

O vídeo começa com o professor tentando se concentrar ao corrigir um exercício no quadro. No entanto, ele verifica que a sala de aula está muito fria. Muitos alunos usam casaco no local. Um dos estudantes, ao ser questionado sobre quem abaixou a temperatura do ar condicionado, acabou levantando a mão e se acusando. “Hoje eu não vou mudar. Vou deixar vocês passarem frio até enfartarem”, diz o professor completamente revoltado.

Veja abaixo o vídeo que mostra o professor revoltado em sala de aula:

Na internet, as pessoas ficaram divididas sobre a atitude do professor. Veja a seguir alguns comentários a respeito do assunto:

"E o tempo que professor perde pra chamar a atenção da turma conversando? Esse também deve ser contabilizado. Os alunos hoje em dia fazem o diabo na sala e o professor tem que ficar igual uma marionete ou central de reclamação só ouvindo? Quando a turma apronta tem mais é que descer o pau mesmo! Olha a situação Luan, o cara nem falou com o professor pra baixar temperatura pô!", disse um internauta.

Publicidade

"Eu até estranhei, como assim ar condicionado na sala de aula!? Quando eu estudei em escola pública no Brasil tinha era aqueles ventilador de teto que fazia um barulho esquisito e tu ficava olhando pra cima pra ter certeza que não ia cair na tua cabeça", completou outro.

E você, o que pensa sobre o assunto? Deixe seu comentário! Ele é sempre importante para todos nós. #Educação