A atriz Paula Lavigne já fez várias novelas na Rede Globo de Televisão. A profissional da dramaturgia também trabalha como produtora de cinema e é mais conhecida por ser esposa do cantor Caetano Veloso. Paula, que é muito talentosa, virou alvo de uma enorme polêmica nesta quarta-feira, 8. De acordo com informações do jornal carioca Extra, em matéria publicada nesta quarta, Lavigne gravou um vídeo usando uma droga ilícita no Brasil, a maconha. No entanto, o vídeo foi feito em um país onde a maconha pode ser usada para recreação, o Uruguai. Ao lado de um amigo, a atriz gravou as imagens que acabaram rendendo muitas críticas nas redes sociais, já que o vídeo acabou sendo uma campanha pela legalização da maconha no Brasil.

No vídeo, Paula Lavigne aparece usando a droga no meio da rua, sem o menor problema.

Publicidade
Publicidade

Ela fuma a erva ao lado de um amigo. Eles dão alguns tragos na frente da câmera do celular da atriz, não tendo qualquer reação negativa de quem está ao redor. A situação aconteceu na cidade uruguaia de Montevidéu. "Estamos aqui na rua, em Montevidéu, com um baseado na mão, superlegalizado, sem problema nenhum", começou a a comunicar a a atriz reclamando de como o assunto é tratado no Brasil. Ela ainda diz que a legalização da erva também deveria ser feita no Brasil e explica como o modelo no Uruguaio funciona. Segundo Paula, todos os cidadãos do Brasil podem cultivar até seis pés de maconha em casa. Apenas acima disso é que dá problema com a justiça e a polícia, podendo a pessoa ser catalogada como traficante.

Nessa quantidade, a pessoa é considerada apenas uma usuária. Nos Estados Unidos, alguns estados permitem a venda da maconha para a recreação.

Publicidade

isso tem feito com que a economia dessas regiões seja aquecida e um novo mercado surja. Todos os consumidores, no entanto, tem um limite de compra diária e são acompanhados por um programa do governo. Atualmente, o país é presidido pelo polêmico Donald Trump.

"Então a gente tem que descriminalizar a maconha no Brasil para abrir vaga nos presídios para os políticos. Lugar de maconheiro não é na prisão", disse a atriz criando a maior polêmica. #Famosos #Novelas