Nesta sexta-feira, 17, uma rádio de Rondônia viralizou uma história surpreendente. Um homem, de apenas 27 anos, foi encontrado duro diante do altar de uma casa. Ele havia ido roubar o dinheiro de uma igreja evangélica. A grana ficava com os responsáveis pelo templo, que são muito religiosos. Após perceberem que o meliante não acordava, os agentes da lei decidiram levá-lo ao hospital. O caso aconteceu na cidade de Presidente Médici, que fica na região central do estado de Rondônia. O estado, que fica no Norte do Brasil, é conhecido por causos únicos. Esse, no entanto, viralizou como notícia. O homem teria ido roubar o dízimo da igreja que, por conta dos cultos acumulados, já somava a quantia de R$ 10 mil.

Publicidade
Publicidade

No entanto, os policiais, ao entrarem na casa, já encontraram o homem desmaiado, duro no chão.

Os relatos da polícia explicam que o rapaz pulou o muro da casa e que teve a companhia de um outro homem. No entanto, apenas ele teria passado mal. Ao pularem no quintal, os criminosos tiveram que passar por duas tábuas, que seriam a única proteção da residência. O problema é que um dos vizinhos acabou fazendo muito barulho. Não demorou muito para que a atenção dos moradores da região fosse despertada.Desconfiados do barulho, os moradores vizinhos acionaram a PM. Ao chegarem no endereço da ocorrência, os policiais encontraram na parte externa um boné e roupas masculinas jogadas no chão.

Tal situação causou muita estranheza. Com cuidado, os policiais entraram no local e perceberam que no espaço já não existiam itens como uma televisão de 32 polegadas, além de um botijão de gãs.

Publicidade

Foi então que, andando mais um pouco na casa, eles avistaram o homem jogado ao chão. Ele estava desacordado e abraçado a uma caixa. Nela, havia todo o dinheiro da igreja evangélica. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil do estado. Após a empreitada, o suspeito foi levado para o hospital e fichado pela polícia. Além disso, ele, apesar do susto, está bem de saúde e não saberia explicar o que aconteceu. #Crime