Uma criminosa de Manaus, capital do Amazonas, acabou sendo presa sob circunstâncias curiosas. Por questões judiciais, chamaremos a meliante de Ana Amélia. Ela tem vinte e dois anos e teve que pagar suas contas na justiça nesta terça-feira, 21, após estar envolvida em diversos roubos na região. Conhecida como 'Musa da Zona Norte', Ana Amélia é do tipo "bandigata", ou seja, é bandida e também uma linda mulher. Ela impressiona pelo tamanho de seu bumbum. O "Popo do crime" seria utilizado para atrair as vítimas para o ambiente do crime perfeito. Ana Amélia acabou sendo presa no bairro onde moa e trabalha, na Zona Centro-Sul de Manaus.

E achou que tudo isso era pouco para a criminosa? A bandida ainda fez o 'V da Vitória', quando policias decidiram apresentá-la aos jornalistas.

Publicidade
Publicidade

Pelo jeito, ela ficou feliz em ficar famosa, mesmo que seja pelo motivo errado. A "bandigata" fez a alegria dos fotógrafos presentes, que não queriam perder por nada os cliques. O caso foi noticiado em todo o Brasil pelo portal de notícias G1, vinculado ao grupo Globo.

Detalhes do crime

Jander Mafra, delegado que integra o décimo terceiro Distrito de Polícia Integrada, revela que a mulher se passava como uma cliente de lojas para, em seguida, anunciar assaltos. Ela tinha a ajuda do próprio marido para se envolver nessa vida do #Crime e impressionada com a destreza. No último assalto, por exemplo, a criminosa teria entrado em uma das lojas questionando quanto custaria o conserto do seu aparelho. Como tirava a atenção dos funcionários, o crime acabava ficando mais fácil.

"Quando o atendente ia verificar o aparelho, o marido dela e um outro comparsa, que já está preso, entraram.

Publicidade

Aí eles foram violentos, trancaram o pessoal no banheiro e ela ameaçava também", explicou o delegado, informando ainda o tamanho do prejuízo. Apenas em uma das ações, ao todo, o prejuízo foi de sete mil reais. A bandigata tinha pedido expedido de prisão ainda no ano passado, mas apenas agora ela cumprirá com a pena que a justiça tem para ela. #Investigação Criminal