#Um suspeito de 39 anos, também conhecido com "#Batman", foi acusado de fazer parte de uma grande quadrilha de arrombamentos e assaltos a caixas eletrônicos em várias cidades do país. Ele foi detido na manhã de terça-feira (16) pelos os oficiais do grupo Cope (Centro de Operações Especiais).

Batman já tinha um mandado de prisão em aberto, que foi cumprido em sua residência na cidade de São José dos pinhais. Depois de várias tentativas realizadas pelo o Cope, o suspeito foi preso. O acusado, que já tinha muitas passagens pelas delegacias de Curitiba e também chegou a ter dez mandados de prisão em algumas cidades, foi localizado depois de algumas diligências da polícia.

Publicidade
Publicidade

A condenação do acusado, no ano de 2006, foi por porte de armas e explosivos. Ele chegou a ser preso. Na ocasião, o homem estava municiado com rádios comunicadores, três fuzis, três granadas, pistolas calibres 38 e ponto 40, além de uma espigada calibre 12 e outros aparatos.

O homem já é bastante conhecido pelos policiais como sendo o principal articulador de uma quadrilha que pratica assaltos a caixas eletrônicos e carros-fortes com usos de explosivos. Os oficiais apuraram que o homem possuí muitos processos em algumas cidades de Santa Catarina (SC). Itapema, Colombo, Ponta Grossa, São José dos Pinhais, Palmeira e Marilândia do Sul são alguns dos lugares que os processos estão em andamentos.

Em janeiro deste ano, um fato chamou a atenção dos policiais quando "Batman" sofreu um grave acidente e teve 70% de queimaduras pelo o corpo.

Publicidade

Além de perder a metade do braço, ficando entre a vida e a morte. O homem explodiu acidentalmente uma carga de explosivos que supostamente seriam usados para assaltos e #arrombamentos. Ele ficou internado em estado grave no Hospital Angelina Caron, explicou o delegado Rodrigo Brown do Cope.

"Batman estava em liberdade condicional respondendo vários processos nos Estados de São Paulo, Santa Catarina e Paraná, quando foi decretado um mandado de prisão para o mesmo", concluiu Brown. O acusado foi capturado em sua residência na cidade de São José.