Além de São Paulo, o Metrô de Belo Horizonte também realiza uma paralisação nos serviços durante esta quarta-feira, dia 15, como parte da onda de protestos contra as reformas da Previdência e Trabalhista propostas pelo governo do presidente #Michel Temer (PMDB).

A Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) conseguiu uma liminar no Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais determinando que ao menos 80% dos trens estivessem em operação nesta quarta, mas a decisão não foi cumprida pelos trabalhadores da categoria.

O descumprimento da decisão judicial deve gerar multa de R$ 250 mil para o Sindicato dos Empregados em Transportes Metroviários e Conexos de Minas Gerais. De acordo com informações do portal G1, a assessoria do sindicato informou que a decisão pela paralisação ocorreu após assembleia, onde ficou decidido que o serviço iria parar por 24 horas a partir da meia-noite desta quarta-feira. O sindicato também afirma que a decisão só poderia ser revertida com a realização de nova assembleia, que não foi realizada até o momento. #Reforma da Previdência #Greve