Ao deixar a unidade da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac) de Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte, na última sexta-feira (24), o ex-goleiro do Flamengo, Bruno Fernandes afirmou que esse sistema alternativo para cumprimento de pena é uma obra divina. A afirmação, de acordo com o advogado idealizador do modelo, Mário Ottoboni, consagra Bruno como uma espécie de garoto-propaganda desse tipo de regime prisional.

O ex-goleiro foi condenado a mais de 22 anos de detenção pela morte da mãe de seu filho, Eliza Samúdio, em 2010. Recentemente, ele conseguiu autorização do Supremo Tribunal Federal (STF) para esperar o julgamento do recurso em liberdade.

Publicidade
Publicidade

Para Ottoboni, Bruno é a pessoa ideal para falar sobre a Apac, pois antes de ser transferido para a unidade, passou pelo sistema prisional convencional e teve experiência o suficiente para tecer elogios ao sistema alternativo.

De acordo com a reportagem publicada pelo portal Notícias ao Minuto, Ottoboni acredita que o ex-goleiro deve aceitar a proposta para divulgar o modelo de prisão que o ajudou a se recuperar. Procurado pelo portal, o advogado responsável por defender o ex-detento disse que apenas o Bruno poderia falar a respeito da divulgação do modelo.

Bruno esteve em presídios de segurança máxima em Belo Horizonte e no Rio de Janeiro, por cerca de cinco anos. Em meados de 2015, ele foi transferido para a Apac de Santa Luzia, na qual se manteve até o final de fevereiro deste ano.

A Apac é um sistema que inclui horas de trabalho e estudo, além de uma disciplina rigorosa.

Publicidade

Nela os detentos preparam suas próprias refeições e não há agentes armados. Para cumprir pena na unidade, o preso precisa morar próximo ao local e se mostrar apto a cumprir as regras estabelecidas pela associação. Neste modelo, os presos custam a metade do valor gasto em penitenciárias convencionais e foi espelhado em países como Estados Unidos, Argentina, Alemanha e Nova Zelândia. A maior parte das unidades brasileiras estão localizadas em Minas Gerais. #Goleiro Bruno #Famosos #Futebol