Um vídeo começou a circular nesta segunda-feira (27) nas redes sociais com cenas que mostram um suspeito de praticar o roubo de um carro, nas proximidades de São João de Meriti, município localizado na Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

O que chama a atenção nas imagens e o que levou ao delírio milhares de internautas é o fato de o sujeito estar encurralado em uma espécie de fenda de um matagal com pelos menos dois cachorros da raça Pastor Alemão em seu encalço.

O homem grita de forma desesperada, o que faz o telespectador crer que os cães estão mordendo raivosamente suas pernas. Não é possível ter certeza da gravidade dos ferimentos, mas pelo barulho dos cães rosnando, parecem ser significativos.

Publicidade
Publicidade

Segundo as descrições que acompanham um dos posts do Facebook onde o vídeo foi compartilhado, o homem seria um fugitivo que estaria sendo perseguido por policiais militares de São João de Meriti. O #Crime que lhe imputam é roubo de veículo.

Não maiores informações sobre a data em que a captura aconteceu. Mas nos comentários os internautas são unânimes em demonstrar contentamento com a atuação dos soldados de quatro patas. Alguns manifestam ironicamente a preocupação com a possibilidade dos animais terem se machucado.

Por suas aptidões físicas, seu comportamento e características de sua personalidade, os pastores alemães são considerados melhores entre as raças de cães policiais. Muito obediente e inteligente é um ótimo vigilante. São super apegados aos seus treinadores e possuem força e resistência inerentes à atividade policial.

Publicidade

Nas perseguições também são muito úteis, pois apesar do porte avantajado, eles têm muita agilidade em função das passadas largas e bem articuladas.

Geralmente, esses cães atuam nas seguintes ações policiais: imobilização de suspeitos até que possam ser revistados por agentes; ataque de criminosos para facilitar seu desarmamento pela polícia; reconhecimento, pelo faro muito apurado, de drogas e explosivos escondidos em terrenos ou em objetos e localização de pessoas desaparecidas em áreas de mata ou em cativeiros urbanos.

#Investigação Criminal