Existem crimes inexplicávies. O que pensar daquele que deveria ser o porto seguro de uma #Família, o provedor dos filhos, que se volta contra todos, e tira a vida da esposa, filhos e ainda tenta matar a sogra? O que leva um homem a cometer uma barbaridade destas? Infelizmente uma família foi exterminada na Região Serrana do Rio de Janeiro e o principal suspeito é o pai das crianças. Saiba mais aqui.

De acordo com o portal de notícias online G1, um homem é suspeito de liquidar com sua família, tentar matar a sogra e ainda colocar fogo na casa da família. O #Crime bárbaro aconteceu na cidade de Petrópolis, que fica localizada na Região Serrana do Rio de Janeiro, na noite desta terça-feira (28).

Publicidade
Publicidade

Homem executa a própria família

Segundo as informações repassadas pela Polícia Civil de Petrópolis, o massacre aconteceu aproximadamente as 21h28 desta terça-feira, no Bairro Provisória. Esta noite certamente entrará para a história da cidade imperial, como uma das mais macabras dos últimos anos.

Depois de matar os 3 filhos, esposa e atirar na sogra, o suspeito colocou fogo no imóvel onde a família vivia e fugiu logo em seguida.

De acordo com as informações cedidas pelo comandante do Corpo de Bombeiros de Petrópolis, Agostinho Sequeira, todos os militares e policiais civis ficaram chocados com o crime. As crianças assassinadas são um menino de 7 anos e duas meninas, uma de 10 e outra de 13 anos. A idade da mãe das crianças não foi revelada. Os nomes das vítimas e do suspeito também não foram informados.

Publicidade

A sogra do suspeito que foi atingida com um tiro foii socorrida com vida e encaminhada para um hospital da região e não há informações sobre o seu estado de saúde.

Os bombeiros informaram que a princípio receberam um chamado para conter um incêndio na residência, localizada na Rua Henrique Paixão, mas quando chegaram ao local se depararam com quatro corpos e com a quinta vítima ainda com vida.

Até o momento do fechamento desta matéria o suspeito não havia sido encontrado e a polícia continua investigando na tentativa de descobrir o paradeiro do homem e tentar decifrar a motivação do crime.

Infelizmente este tipo de crime em família vem crescendo muito no Brasil, notícias como esta estampam as manchetes dos jornais semanalmente. A violência nos faz reféns do medo. Que a justiça seja feita. #Casos de polícia