Um trágico acidente resultou na morte do policial militar Maurício Rezende, em Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais, nesta última quarta-feira (22). O soldado estava a trabalho e acabou caindo no trilho do trem em uma perseguição a um bandido, e acabou sendo atropelado pela locomotiva. Ele foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo.

Segundo a Polícia Militar, Maurício que pertencia ao 2º Batalhão da Polícia Especializada, estava a serviço com outros dois militares. Os agentes avistaram uma ação criminosa, os oficiais partiram a pé atrás do bandido. Durante a perseguição ao criminoso que passou correndo pela linha férrea.

Publicidade
Publicidade

O soldado partiu atrás do bandido, mas infelizmente acabou caindo no trilho e ficou com a perna presa.

O maquinista foi surpreendido com a queda inesperada do soldado, e freou a locomotiva, mas infelizmente não conseguiu evitar o atropelamento do policial, que chegou a ser arrastados por alguns metros pelo trem.

De acordo com informações o trem acabou esmagando uma das pernas do policial. Que foi socorrido de imediato, e levado para uma unidade hospitalar, mas infelizmente não resistiu aos ferimentos, e teve duas paradas cardiorrespiratórias e acabou falecendo no Hospital Municipal de Contagem.

A tragédia aconteceu na Avenida Juscelino Kubitschek, no cruzamento da linha férrea.

Em nota a empresa responsável pela Ferrovia Centro-Atlântica, lamentou a morte do soldado, e informou que o funcionário teria feito o possível para poder parar o equipamento e evitar o acidente.

Publicidade

Segundo a nota o maquinista chegou a acionar os freios de segurança, mas não havia tempo hábil para parar a locomotiva, pois um trem carregado após o acionamento dos freios pode percorrer até um quilômetro antes de parar completamente.

A empresa diz que se solidariza com familiares do policial, e com a Polícia Militar e que está à disposição das autoridades.

Maurício tinha 35 anos, e estava recém-casado, e tinha quase 10 anos de carreira militar. O comandante da corporação onde o soldado trabalhava lamentou profundamente o ocorrido. E informou que a Polícia Militar, perdeu um excelente profissional. Ele informou ainda que um helicóptero havia sido preparado para transferir o soldado para outro hospital, mas que infelizmente ele morreu logo após dar entrada no hospital de contagem. #Investigação Criminal