Alguns garotos decidiram se banhar no Rio Longá, no município de Esperantina, no norte do Piauí. Tudo parecia uma simples brincadeira, mas que poderia ter acabado em tragédia. Isso porque os meninos não estavam acompanhados de adultos. Eles aparecem nas imagens pulando de uma ponte alta, em direção a um rio turvo. Em seguida, eles começam a nadar nele. O mesmo processo é feito repetidas vezes. O que eles não perceberam naquele momento é que uma cobra sucuri gigante apareceu e poderia ter atacá-los. O animal está calmo e não atacou ninguém, mas em regiões assim é comum o ataque feito por esse tipo de réptil.

Os meninos estão bastante animados com a empreitada.

Publicidade
Publicidade

Eles parecem que nunca foram tão felizes, afinal, apenas estão fazendo uma brincadeira, não medindo qualquer consequência, como costuma ser comum entre as crianças. Além da cobra, a queda de uma altura alta também poderia acarretar outros problemas. Um deles é que os três pulam juntos, ou seja, um poderia cair sobre o outro e, consequentemente, poder provocar algum tipo de ferimento. O segundo está relacionado ao fato da água estar turva. Ou seja, eles não sabiam se havia ou não uma pedra ou um pedaço de material qualquer embaixo da água.

Na Tailândia, na semana passada, uma notícia deu o que falar. Ela mostra o momento que um homem foi estrangulado por uma cobra. Ele trabalhava colhendo óleo de palmas em um rio, durante a noite, quando aconteceu o ataque. Amigos dele passando horas procurando o animal, que tinha sete metros de comprimento.

Publicidade

Em seguida, eles abriram a cobra e tiraram o amigo morto de dentro dela.

Veja abaixo o momento que flagra a cobra gigante boiando submersa no rio. O réptil poderia até ter atacado as crianças, que não deram muita importância aos perigos do que poderiam acontecer com eles.

Na sua opinião, os pais dessas crianças deveriam dar mais atenção à elas? Deixe o seu comentário. A sua opinião é sempre muito importante para todos nós e ajuda no diálogo de temas relevantes para a sociedade. #É Manchete!