O goleiro Bruno Fernandes é o ex-presidiário mais conhecido do Brasil. Desde fevereiro, no entanto, ele tem protagonizando uma polêmica. O esportista foi liberado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a estar fora da detenção. A decisão foi assinada pelo Ministro Marco Aurélio Mello, que argumentou que Bruno tinha residência fixa e que, por isso, não oferecia qualquer perigo para a sociedade. Ele esperará em liberdade um recurso de seu julgamento sobre a morte da ex-amante, Eliza Samudio. Bruno foi condenado a vinte e dois anos pela morte da mãe de seu filho, Bruninho. Com a saída da cadeia, ele teve a oportunidade de recomeçar na vida.

Bruno Fernandes teve uma grande oportunidade em sua carreira, voltar ao futebol.

Publicidade
Publicidade

Quem deu essa oportunidade foi o 'Boa Esporte', clube de Varginha, município de Minas Gerais. Nesta terça-feira, 28, o portal de notícias UOL revelou uma grande polêmica em torno da contratação. Afinal, quanto Bruno vai ganhar para jogar no clube mineiro? Segundo informações obtidas pelo portal, Bruno irá receber R$ 6 mil. Esse é o valor que o 'Boa Esporte' declarou a Confederação Brasileira do Futebol, a CBF. O contrato entre as partes é longo. A contratação começou em março desse ano e é válida até maio de 2019.

Isso é interessante, já que o clube de futebol demonstra a opinião de que Bruno vai ficar solto por muito tempo. Especialistas em direito, no entanto, acreditam que ainda nesse ano deve acontecer o julgamento do recurso solicitado pela defesa de Bruno e, com isso, ele voltar para a detenção.

Publicidade

O novo contrato foi registrado após a rescisão com o Montes Claros, time que manteve contrato com o jogador ainda detido. O clube, apesar de ter um documento com Bruno, sequer fazia a efetuação de pagamentos ao jogador.

Outra curiosidade é que Bruno cedeu seus direitos de imagem e voz ao clube mineiro. Isso significa que, caso ele seja chamado para fazer alguma propaganda, o time terá que autorizar e, é claro, ganhar um percentual do acordo com a agência publicitária. #Crime