O que pensar quando a violência faz morada dentro de uma escola? Onde está a #Educação que deveria vir do berço? Quando foi que passamos a criar seres perversos dispostos a todo tipo de brutalidade? Quando foi que as famílias se perderam? Estas são algumas perguntas que elucidam bem este caso, onde uma garota de 14 anos perdeu sua vida dentro de uma sala de aula ao ser atacada covardemente pelos colegas.

O #Crime aconteceu dentro de uma Escola Estadual na cidade de Cachoeirinha que fica localizada na região metropolitana de Porto Alegre. De acordo com o portal R7 a garota identificada como Marta Avelnhaneda Gonçalves, tinha ingressado a poucos dias na escola e segundo relatos de alguns estudantes estava sofrendo com o #bullying feito pelos colegas de classe.

Publicidade
Publicidade

Menina de 14 anos é estrangulada dentro da sala de aula

Marta era uma adolescente cheia de sonhos como outras garotas da mesma idade, mas sua vida foi ceifada com brutalidade dentro de uma escola, onde ela deveria se sentir segura para aprender e crescer intelectualmente. O que vai ser agora da vida dos pais desta menina que saiu para a escola e não vai voltar nunca mais para casa.

A estudante estava há apenas três dias frequentando as aulas na escola, ela foi assassinada no quinta-feira (9). De acordo com as primeiras investigações da polícia, a jovem foi atacada em um dos intervalos das aulas, quando não havia nenhum responsável dentro da sala. A motivação das agressões teria sido por causa de uma discussão banal, três colegas de classe participaram das agressões.

Como não havia nenhum professor ou funcionários por perto, não houve nenhuma tentativa de apartar a briga.

Publicidade

De acordo com alguns alunos que presenciaram as agressões a jovem foi atacada pelos colegas de maneira brutal sem ter chance de se defender, ela foi jogada ao chão onde continuou a ser espancada, só quando viram que a garota estava passando mal é que pararam de bater na jovem

Em seguida o SAMU - Serviço de Atendimento Médico de Urgência foi acionado, Marta foi socorrida, mas ao chegar no hospital ela sofreu uma parada cardiorrespiratória, não resistiu e veio a óbito,

De acordo com os médicos a morte da garota foi causada por asfixia por enforcamento. Os outros adolescentes foram encaminhados juntos com seus pais para a delegacia, onde foram ouvidos e liberado em seguida.