Após ter saído de casa com o objetivo de buscar por emprego, a jovem Liliane Andrade Santos, de 18 anos, não voltou mais para casa e só foi encontrada após quatro longos dias em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), pelos familiares, em Santos-SP. Lá, a garota passou a fingir que estava com esquecimento e havia batido a cabeça em algum lugar, perdido a memória e não sabia onde estava o próprio celular. Liliane contou aos seus parentes que só se recordava do momento em que um suposto ladrão apareceu na frente dela para assaltá-la; a partir daí, não conseguia se recordar mais de nada.

No entanto, após muita conversa e conselhos dos familiares, a jovem passou a falar a verdade para as autoridades e para os seus responsáveis.

Publicidade
Publicidade

Ela explicou que havia saído de casa, não para buscar emprego, mas sim, para se encontrar com um ex-namorado seu. Após o encontros, os dois jovens foram para a casa do garoto e Liliane passou quatro dias com ele. A garota revelou também que não quis contar para os seus familiares que estava na casa de seu namorado porque temia castigos.

“Ela mentiu, mas ela não é disso. Nunca nos deu motivos para não acreditar em algo que ela nos disse. Pedimos desculpas a todos que se preocuparam com ela”, comentou a avó da jovem, Maria de Lourdes Andrade Santos, que inclusive fez um mutirão com os parentes e amigos e divulgou cartazes nas ruas da Baixada Santista. A garota mora com a avó desde quando a sua mãe faleceu e recebeu a notícia de que a sua responsável, muito preocupada, espalhou fotos de Liliane nas redes sociais e, inclusive, foi até uma delegacia de polícia para comunicar o provável desaparecimento da sua neta.

Publicidade

Maria de Lourdes disse que, inicialmente, acreditou na versão de Liliane, pois, segundo a mulher, sua neta não tem o costume de sair de casa e passar muito tempo fora. Ela ainda lembra que Liliane não tem motivos para fugir de casa, pois, segundo Maria, ela é uma jovem bem cuidada em sua residência.

Para a polícia de Santos, esse caso pode representar uma falsa comunicação de crime, e isso pode pegar mal para Liliane, que inclusive já é adulta, por se considerar uma infração. De acordo com as autoridades, a jovem pode ser responsabilizada no artigo 340 do Código Penal e pegar possivelmente uma pena de seis meses de prisão, além de multa. #sequestro #Curiosidade #assalto