Recentemente, o Supremo Tribunal Federal (STF) anunciou que o goleiro Bruno Fernandes aguardaria um recurso do julgamento em liberdade. Bruno, que foi ex-atleta do Flamengo, ficou conhecido em todo o Brasil pela acusação e condenação da morte da ex-amante, Eliza Samudio. O #Crime ocorreu em 2010 e o atleta, inicialmente, foi condenado a mais de vinte anos de detenção. Bruno cita o caso de Edmundo para se defender. O jogador do Vasco envolveu-se em um acidente com mortos e segue a vida normalmente. Fernandes foi contratado nessa semana pelo clube mineiro da segunda divisão 'Boa Esporte'.

Uma das pessoas que ficou irritadíssima com a contratação de Bruno pelo 'Boa Esporte' foi a autora de novelas Glória Perez.

Publicidade
Publicidade

A escritora, que está prestes a lançar sua nova novela das nove, 'A Força do Querer', usa as redes sociais para criticar Bruno e colocá-lo novamente na prisão. É bom lembrar que Glória perdeu um filha assassinada brutalmente. A então atriz Daniele Perez estava na novela 'De Corpo e Alma', quando foi morta por um dos atores do folhetim, Guilherme de Pádua. Perez era a escritora da trama, que acabou chocando o Brasil por misturar uma tragédia da vida real com a dramaturgia.

Formadora de opinião, Glória repercute notícias da imprensa internacional que criticam a decisão da justiça brasileira e falam em impunidade. Até hoje, ninguém sabe, por exemplo, onde foram parar os ossos de Eliza Samudio. O goleiro ainda chegou a ter um filho com a assassinada. Bruninho mora hoje com a avó, em Minas Gerais.

Publicidade

Ela chegou a entrar com um recurso no Supremo Tribunal Federal, tentando reverter a decisão de soltura de Bruno, mas acabou perdendo.

Curiosamente, Perez acabou também levando um novo "golpe" do destino. Nesta quarta-feira, 16, o assassino de sua filha, o ator Guilherme de Pádua casou-se pela terceira vez. Ele hoje trabalha como obreiro de uma igreja evangélica e garante que Deus escolheu as coisas certas para sua vida, elogiando a nova mulher, que também teria conhecido no templo religioso. #Goleiro Bruno