Nessa semana foi divulgado um caso que comoveu muita gente. A história é de uma moradora da cidade de São João Evangelista (MG), Valdivinia Alves, de 28 anos. Valdivinia é artesã e descobriu, há alguns meses, que estava #Grávida de mais um filho. Para comemorar a chegada do pequeno e arrecadar alguns presentes, a artesã decidiu promover um chá de bebê, todavia as coisas não saíram como esperado.

Dos 60 convidados esperados pela artesã, ninguém compareceu. Valdivinia ficou completamente abalada. Em entrevista ao site Extra, ela disse que, em certo momento, precisou ser consolada pelo marido e pela mãe. Ela relata que tudo foi preparado com bastante antecedência para não pesar nas despesas.

Publicidade
Publicidade

O bolo de fraldas, por exemplo, foi ela mesmo quem preparou. Até mesmo os 60 convites foram feitos pela moça.

“Eu trabalho com artesanato. Vendo pouco. Então, fui juntando dinheiro devagarzinho. Eu mesma fiz os convitinhos, chamei todo mundo, sabe? No dia eu estava lá, toda feliz, arrumada, e fiquei arrasada depois que ninguém apareceu”, disse ao site.

Mas a sorte da artesã começou a mudar naquele mesmo dia. Antes de dormir, ela decidiu postar uma foto da decoração da festa com a seguinte legenda: “Triste, ninguém veio para o chá de fraldas”. Quando acordou, Valdivinia teve uma grande surpresa. Sua foto havia viralizado na internet. Quando viu, a publicação já estava com cerca de 20 mil curtidas e 5 mil comentários, todos se mostrando solidários com o ocorrido.

As surpresas não pararam por aí.

Publicidade

Vários internautas e moradores da cidade se uniram e estão organizando um segundo chá de fraldas para a artesã. Todavia, esse promete ser um evento bem maior do que o primeiro. O perfil de Valdivinia no Facebook está bombando após a repercussão do caso. Em sua linha do tempo, várias pessoas estão pedindo o endereço para enviar presentes. Outros estão pedindo o número da conta bancária para fazer depósitos em dinheiro. Mesmo sendo de uma família com poucos recursos financeiros, Valdivinia não chegou a pedir nenhuma ajuda nesse sentido. #Bebês