Um homem foi atingido por sete tiros após entrar na frente de um atirador para proteger a irmã na noite do último domingo (26), em Santa Gertrudes, interior de São Paulo. De acordo com a Polícia Militar, o suspeito de realizar os disparos é o enteado da mulher que está desaparecido. As informações são do portal de notícias G1.

O #Crime aconteceu em um bar na Avenida Campinas, no bairro Jardim Paulista. Segundo a proprietária do estabelecimento, a mulher estava sendo ameaçada pelo filho de seu companheiro que não aceitava a separação de seu pai. Ela, que é irmã do homem assassinado, disse que foi surpreendida pelo atirador no local.

Publicidade
Publicidade

Ainda de acordo com a empresária, o rapaz chegou armado no bar e seu irmão, que estava bebendo cerveja no local, tentou evitar que o jovem realizasse os disparos. Segundo a PM, o suspeito apontou a arma para a dona do bar quando o homem entrou na frente da arma e foi atingido por sete disparos, morrendo no local. Antes de agir em defesa da irmã, o homem pediu para que ela se escondesse atrás do balcão.

A Polícia Civil está investigando o caso. Eles afirmaram que algumas testemunhas que estavam do lado de fora do estabelecimento falaram que o rapaz saiu do bar e entrou em um carro, que tinha outra pessoa dentro, e fugiu. De acordo com a polícia, o jovem tem passagem por tentativa de homicídio e está foragido.

No Sul de Minas, outra morte de mulher foi registrada. A Polícia Militar procura o suspeito de espancar até a morte um homem de 27 anos, que era atual namorado de sua ex-companheira, no último domingo (26) em Boa Esperança, no sul de Minas Gerais.

Publicidade

De acordo com o boletim de ocorrência, o homem, de 32 anos, entrou na casa de sua ex-mulher após arrombar as portas. Lá ele encontrou a vítima, Denis Elias Costa, e sua ex-companheira deitados na cama.

Segundo informações obtidas pelo Portal O Tempo, o tio da mulher disse que Costa recebeu chutes e socos até desmaiar. Ele foi atingido na cabeça com um bastão utilizado para amassar cereais. Desesperada, a companheira do jovem chamou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas a vítima não resistiu aos ferimentos e morreu. O suspeito está foragido e o crime está sendo investigado pela Polícia Civil do Estado. #irmao #Casos de polícia