Cada um protege os seus bens da melhor maneira que pode, seja cuidando e zelando para que algo dure mais tempo ou até mesmo arriscando a própria vida para salvar seu #carro, sua casa ou dinheiro. Quando o assunto é mexer no bolsa não adianta, todo mundo fica desesperado e não quer perder nunca algo que foi conquistado com tanto sacrifício por ele.

Esse é o sentimento da maioria das pessoas que tem o seu carro rebocado por estacionarem em locais proibidos. Embora pouco difundido no Brasil, em outros países diversos carros guincham dezenas de automóveis todos os dias estacionados em locais proibidos, como na Argentina, por exemplo.

Publicidade
Publicidade

Na terra de Maradona quem estaciona em local proibido rapidamente perde seu carro para um guincho e só tem seu bem precioso de volta após pagar uma multa pela infração. Muitos ficam perdidos com essa situação e acabam vendo o carro sendo levado sem muito poder fazer para impedir aquilo de acontecer.

Mas, não foi isso que pensou esse homem do vídeo, que tentou a todo custo ter seu carro de volta após estacionar em local proibido. O homem gordinho fingiu passar mal no vídeo que tem menos de um minuto e já tornou-se viral na internet. O argentino começa a fingir passar muito mal e, em uma atitude ousada, o homem decide salvar seu carro com isso.

O homem deitou em cima do capô de seu carro que já estava engatado nas rodas dianteiras pelo guincho que o levaria para o pátio mais próximo dali.

Publicidade

Nem isso impediu do homem dar seu delírio, o argentino deitou no carro e não ouvia as autoridades que pediam para ele se afastar do veículo.

O rapaz não conseguiu ter seu carro de volta naquele instante, somente após pagar a multa que ele conseguiu recuperar seu veículo. Mesmo fingindo passar mal, nada adiantou seu teatro e ele acabou ficando sem carro por um tempo e famoso na internet. Diversas pessoas que passavam pelo local puderam acompanhar essa cena hilária na Argentina, onde um dos curiosos decidiu filmar tudo e colocar na internet, que rapidamente espalhou o vídeo para todos os lados. Assista:

#2017