Um idoso se entregou para as autoridades depois de ter tentado assassinar sua ex-namorada, na tarde de quinta-feira (02), na cidade de Goianápolis, a cerca de 59 quilômetros de Goiânia, em Goiás (GO). O homem foi identificado pela polícia como Agride Marques, de 70 anos. Para a polícia, ele é o principal suspeito de ter atirado na sua ex-namorada, identificada como Kelly Raiane, de 22 anos. Segundo a polícia, o homem não aceitava o fim do relacionamento, pois a jovem já estava namorando outro rapaz.

Segundo informações repassadas pela Polícia Militar, a tentativa de homicídio aconteceu na última terça-feira (28), próximo à residência em que ela mora.

Publicidade
Publicidade

Ainda, de acordo com a polícia, o suspeito ficou sabendo que ela estava em outro relacionamento. Nervoso com a situação, ele foi até a sua casa para tomar satisfação sobre o caso. Ele teria pedido para a jovem entrar no veículo, mas a mesma se recusou. Diante da negativa de Kelly Raiane, ele sacou um revólver e efetuou um disparo, que atingiu a cabeça da vítima.

Em seguida, ele fugiu do local tomando rumo ignorado. O socorro foi acionado, a jovem foi encaminhada às pressas para uma unidade médica da cidade, onde recebeu os atendimentos necessários. Em seguida, teve que ser internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), na cidade de Anápolis. Conforme informações da direção do Hospital de Urgências e Emergências, o estado de saúde de Kelly Raiane é considerado estável.

A polícia também foi acionada, em seguida, fez uma ronda na localidade atrás do idoso, mas não obteve sucesso nas buscas.

Publicidade

Já a arma usada no #Crime, um revólver de calibre 32, foi localizado pela polícia, em uma chácara perto da cidade, logo após a polícia ter recebido uma denúncia em anonimato. O acusado não estava no local.

Na tarde de quinta-feira, o homem se apresentou na delegacia da cidade, em companhia de um advogado, onde prestou esclarecimentos sobre o caso. Ele foi ouvido pelo delegado plantonista, em seguida, foi liberado. A Polícia Civil da cidade abriu um inquérito e o caso está sendo investigado. #Investigação Criminal #Casos de polícia