Imagens fortes registradas por câmeras de segurança mostram o momento em que um policial à paisana reage a um assalto e mata um dos criminosos. O vídeo foi captado na parte externa da rede de fast food McDonald's, no bairro paulistano de Pinheiros, nesta terça-feira (7).

O agente estava pedindo um lanche em seu carro, no drive-thru, quando repentinamente foi abordado por um bandido armado e de capacete. Segundos após o anúncio do assalto, o motorista reage atirando. O assaltante cai no chão enquanto dois comparsas que davam cobertura em duas motocicletas se assustam com a reação e fogem.

No momento da fuga, o policial segue atirando.

Publicidade
Publicidade

Depois ele abre a porta do carro e pega a arma do bandido caído. O assaltante baleado morreu no local. Ninguém mais se feriu.

A unidade do McDonald's onde tudo ocorreu fica na Rua Henrique Schaumann, esquina com a Avenida Rebouças, em Pinheiros. No momento da troca de tiros, por volta das 12 horas, o estabelecimento estava cheio de clientes, que ficaram bastante assustados. Logo depois da tentativa de assalto, a polícia foi chamada e o corpo do suspeito foi removido ao Instituto Médico Legal. O atendimento na lanchonete seguiu normalmente.

A polícia apreendeu as cápsulas deflagradas das armas disparadas e ouviu o policial que reagiu. Ele pertence ao 77º Distrito Policial da Capital. Em depoimento, o agente contou que não se deu conta de que estava sendo seguido e que atirou porque ficou com medo de que percebessem que ele era policial.

Publicidade

A área onde houve a ocorrência é considerada nobre na capital paulista. No dia anterior, no mesmo bairro, um outro vídeo foi divulgado mostrando uma tentativa de assalto à mão armada contra uma dentista. Os bandidos atiraram e ela acelerou o veículo. Por sorte, o disparo acertou a porta do carro.

Em nota, a rede de fast food informou que está colaborando com as investigações policiais. Disse também que a unidade onde aconteceu o assalto está funcionando normalmente.

O Departamento Estadual de Homícidios e Proteção à Pessoa de São Paulo (DHPP) é responsável pelas investigações, que visam agora identificar os outros dois suspeitos que aparecem no vídeo.

#Crime #Casos de polícia