Na última semana, a Polícia Federal pôs em prática a operação denominada Carne Fraca, que trouxe à tona a corrupção dentro dos frigoríficos brasileiros, além de uso de produtos estragados, que eram maquiados e destinados ao consumidor final.

A operação teve ampla repercussão nos noticiários e nas mídias sociais, com exibição de vídeos, conversas gravadas entre donos de frigoríficos e até funcionários das empresas delatando o que ocorre por trás das bancadas brancas e da carne salubre e corada dos comerciais.

Houve muitas críticas à ação da polícia, mas o fato é que o consumidor foi às compras com desconfiança e o setor sentiu o impacto negativo.

Publicidade
Publicidade

Diante disso, a #JBS, dona das marcas Friboi, Swift e Seara, envolvida na investigação, colocou no ar propaganda de seus frigoríficos reverenciando a preocupação com a qualidade de seus produtos, mostrando, inclusive, selo de qualidade sendo aplicado a carne, sem deixar pra trás ambiente de trabalho impecável e até alguns funcionários com semblantes satisfeitos aparecem para confirmar o texto impecavelmente falado pelo narrador.

A BRF Foods, outra empresa envolvida na operação, dona das marcas Sadia e Perdigão, também se adiantou e exibiu logo na sexta-feira (17), dia da ação da Polícia Federal, uma propaganda com palavras virtuosas referentes aos seus procedimentos, como respeito, qualidade e transparência, informando ainda que qualquer desvio desses parâmetros será denunciado ao consumidor por seus próprios colaboradores.

Publicidade

As empresas também fizeram modificação em seus sites evidenciando informações da empresa sempre dando ênfase na qualidade. Vale lembrar que os frigoríficos já se rivalizaram em comerciais, especialmente do presunto Seara, que desmistificava a marca Sadia. A BRF Foods, dona da marca, moveu uma ação na justiça contra a JBS, que veio a perder o processo por danos à imagem da rival.

Porém, as duas empresas agora correm contra o tempo e pela mesma causa: recuperar a imagem no mercado nacional e internacional, já que alguns países suspenderam temporariamente a importação de carne brasileira e as ações das empresas despencaram na Bolsa de Valores.

Dessa forma, as empresas seguem tentando reparar os danos já causados pela operação. Uma luta árdua principalmente contra as mídias sociais, que já fazem piadas de seus comerciais. #Carne Fraca #BRFFoods