Neste sábado, 4, um vídeo acabou causando grande repercussão nas redes sociais. Publicado pelo site 'Gospel Total', o vídeo mostra um pastor evangélico fazendo uma pregação em plena praça pública. No entanto, a pregação é interrompida. O site diz ter conseguido informações com a polícia e afirmar que o agressor seria Jefferson Matos, que supostamente seria homossexual. As imagens em si apenas mostra um homem berrando, antes de golpear o líder evangélico. O caso teria acontecido, segundo os comentários da publicação, na Bahia.

No momento em que a agressão ocorreu, uma pequena multidão ouvia as palavras do líder religioso.

Publicidade
Publicidade

O povo está realizando uma oração. Muitas gentes estão concentradas a rezar, até que Jeferson Matos aparece. O site 'Gospel' Total afirma que o motivo das agressões seriam porque o jovem estava muito incomodado com a pregação do religioso e também com o som alto da caixa de som. O vídeo divulgado pela publicação tem mais de 40 mil exibições. A sequência mostra o rapaz batendo no pastor, que mais tarde apareceria completamente ensanguentado. Ele limpa o rosto com uma blusa branca. Algumas pessoas tentam limpar o rosto do religioso.

Apesar de dar a informação que o jovem agressor seria homossexual, o site não diz no que isso teria sido importante ou não para a realização do #Crime. Algumas pessoas tentam correr atrás de Jeferson com pedaços de pau e até com um cano de plástico. No entanto, o agressor consegue ser mais rápido e foge do local.

Publicidade

Segundo o site 'Gospel Total', no microfone, outro pastor chegou a gritar pedindo ajuda da polícia, mas ninguém teria aparecido para ajudar os religiosos no local.

Veja abaixo o vídeo que mostra a agressão sofrida pelo pastor evangélico. Na sua opinião, porque tal jovem agiu de maneira tão impensada? Deixe o seu comentário. A sua opinião é sempre muito importante para todos nós e ajuda no diálogo de temas importantes para a sociedade. Atenção, as imagens a seguir contém violência. Por isso, deixamos o alerta ao leitor.

#Religião