Um rapaz morreu em #Acidente de motocicleta ao tentar fugir da polícia. Nesta noite desta terça-feira (28) em Lençóis Paulista, no interior de São Paulo, policiais deram uma ordem de parada para um jovem motociclista. O rapaz não respeitou a ordem e iniciou uma fuga da polícia, que resultou em sua morte, minutos depois.

Após o falecimento do homem, a polícia não encontrou nada de suspeito com ele. O rapaz não tinha passagem pela polícia, não estava com armas e nem com drogas.

Porém, foi verificado que o jovem estava sem sua CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Tudo indica que o rapaz se assustou ao ver a polícia dando ordem de parada e fugiu para não ser multado ou punido perante a lei.

Publicidade
Publicidade

A reação dos policiais

Com a fuga do rapaz, a primeira reação da polícia foi iniciar uma perseguição. Os motivos mais comuns para que isso aconteça é quando o cidadão está envolvido diretamente com crime, como roubo ou tráfego de drogas.

Em consideração a esse fato, a Força Tática da Polícia Militar foi chamada para ir atrás do rapaz. Embora dirigir sem a CNH seja ilícito, é comum que os motoristas respeitem a ordem de parada nesses casos.

A morte do rapaz

O homem foi identificado como Leandro Rodrigues Teodoro, que morreu no local após o acidente. Não se sabe se ele faleceu na hora ou se resistiu algum tempo após o impacto.

Segundo as testemunhas, Teodoro, de 23 anos de idade, perdeu o controle da #moto após passar por uma lombada. Seu corpo foi arremessado até o portão de uma casa no local.

Publicidade

A descoberta da polícia

A Força Tática, no momento da perseguição, perdeu a moto de vista. Isso indica que provavelmente o motociclista estava em alta velocidade ao se deparar com o obstáculo, que o responsável pelo acidente e consequentemente pela sua morte, mesmo momentos após se distanciar da polícia.

Após o acidente, os policiais encontraram o rapaz já no chão, falecido. O fato ocorreu na Rua dos Professores e assustou os moradores do local, tanto pelo barulho que o acidente causou, quanto pela fatalidade ocorrida. #transito