No início da madrugada desta segunda-feira (20), logo depois da meia noite, diversos homens fortemente armados causaram terror em Irecê, cidade do interior baiano, a cerca de 500 km de Salvador. Segundo informações da polícia, membros de uma quadrilha usaram dinamites para explodir a agência do Banco do Brasil da cidade com a finalidade de arrombar o cofre. Enquanto isso, outros integrantes dispararam tiros em diversos pontos estratégicos da cidade para amedrontar a população.

A força da explosão foi tão forte que, além de destruir parte da agência, danificou também lojas e residências próximas ao banco. Para evitar a ação da polícia, alguns membros da gangue ficaram atirando em direção a delegacia da cidade.

Publicidade
Publicidade

Devido ao grande poder de fogo dos bandidos, os policiais ficaram encurralados, impossibilitados de fazer qualquer ação.

Se tudo isso já não bastasse, no município de João Dourado, próximo a Irecê, os bandidos incendiaram um carro na pista, impossibilitando a saída das viaturas deste município para dar reforço.

A ação criminosa, que durou cerca de 1 hora, deixou toda a população em pânico. Muitos moradores já estavam dormindo e despertaram com o barulho dos tiros e das explosões. Rapidamente, os aplicativos de mensagens e as redes sociais foram muito usados para a divulgação de imagens, vídeos e áudio da ação dos criminosos.

Na fuga, a quadrilha se dividiu, tomando rumos distintos. Segundo informações, alguns carros fugiram pela estrada com destino a Ibititá/Lapão. Já outros veículos fugiram em direção a João Dourado.

Publicidade

Na fuga, os bandidos jogaram grampos de ferro nas estradas que dão acesso a cidade, dificultando assim a perseguição policial.

No meio da madrugada, diversos boatos surgiram. Um deles foi que a quadrilha teria resgatado bandidos que estavam presos na cadeia. Boato que, durante a madrugada, foi desmascarado por um áudio de um jornalista policial da cidade, em que afirmava que essa informação não procedia.

Só faltava Irecê

Irecê é a única cidade da região que possui agências bancárias. Nas cidades próximas, devido ao crescente número de assaltos, as agências dos principais bancos fecharam as portas, concentrando assim todo o fluxo de dinheiro na cidade de Irecê.

Até o fechamento deste artigo não há informações de feridos e nem da quantia de dinheiro levada pelos bandidos. #Irecê #Crime #Casos de polícia