O morador de rua Pedro Eduardo Pantaroti retirou uma segunda via de sua RG, que lhe trouxe uma notícia muito boa. Com a segunda via da Cédula de Identidade em mãos, ele se dirigiu a uma agência da Caixa Econômica Federal e, após ter consultado seu saldo, descobriu que tinha direto à conta inativa do #FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Trabalho). Pantaroti foi pedreiro e teve o dinheiro recolhido por 29 anos pelas empresas onde trabalhou.

Além de descobrir que tinha direito ao beneficio do FGTS em contas inativas, ele também descobriu que poderia se aposentar. O pedreiro que, no momento está dormindo nos fundos de um mercado, em Campinas, no interior de São Paulo, está desempregado.

Publicidade
Publicidade

Um amigo, que se chama Sérgio de Lima, lhe ajudou a realizar o pedido de uma nova Cédula de identidade na última sexta-feira (10). Não foi divulgado qual valor que morador de rua teve o direito a receber.

Não imaginava

O pedreiro disse que ficou muito emocionado com a noticia da conta inativa, pois não imaginava que tinha direito ao beneficio. Ele disse também que iria comemorar e fazer umas compras.

Segundo o amigo, Pantaroti sempre trabalhou com carteira assinada em empresas, imaginou que seu colega tivesse direito e o ajudou ao receber o beneficio.

Quem pode sacar o FGTS

Os saques de contas inativas do FGTS estão liberados desde sexta-feira (10) para os trabalhadores que nasceram nos meses de janeiro e fevereiro.

Tem direito ao beneficio os trabalhadores que foram demitidos por justa causa ou que pediram demissão do trabalho até 31 de dezembro de 2015.

Publicidade

Esse recurso fica retido quando uma dessas situações ocorre com o trabalhador.

Para retirar o benefício, o trabalhador deve estar desligado da empresa desde o fim do ano de 2015. Caso o empregado esteja efetivamente recendo depósitos da empresa, não poderá sacar o dinheiro.

Segundo Sérgio Scramin, superintendente da Caixa Econômica Federal, as pessoas que nasceram nos meses de janeiro e fevereiro não precisam agir como se fosse o último dia para saques do recurso, fazendo tumultos em agências do banco. O prazo para retirada vai até o dia 31 de julho.