Depois de chocar milhares de ativistas e simpatizantes ligados a causa animal, a mulher que aparece em um vídeo arrastando um cachorro amarrado a uma bicicleta motorizada foi localizada e presa pela Delegacia de Meio Ambiente de Belém, no Pará.

A detenção ocorreu na manhã desta segunda-feira (13), no bairro do Tapanã. O cachorro, filhote sem raça definida, também foi encontrado. Ambos foram levados para uma delegacia da Polícia Civil. No local foi lavrado um procedimento por maus-tratos de animal.

O nome da agressora não foi divulgado. As imagens foram registradas pela estudante Milena Santiago, de 20 anos. Ela estava dentro de um carro logo atrás da motociclista e ficou chocada com o que presenciou.

Publicidade
Publicidade

No vídeo ela chega a falar “não deixa ela fazer isso com ele”.

Assim como comoveram a cinegrafista amadora, as cenas do cão sendo arrastado em uma velocidade considerável também provocaram grande comoção e indignação nas redes sociais.

É possível perceber que o filhote tentou correr assim que a proprietária acelera. Como não consegue, acaba ralando as patas e a barriga por conta do atrito com o chão. Em alguns vídeos que foram compartilhados não dá para ver, mas nas imagens originais constata-se que depois de algum tempo o animal fica desacordado. Só quando se dá conta do que provocara no bicho é que a mulher para de arrastá-lo e o pega nos braços.

A menina que filmou as cenas disse que a dona do cão foi alertada por um outro motociclista do que estava acontecendo. Ela então teria dito que pensou que o animal conseguiria acompanhar a mobilete.

Publicidade

Quando foi finalmente acudido, o cachorro estava tremendo. Ainda não foi relatado o estado de saúde do cão. O que se sabe até o momento é que um Boletim de Ocorrência descrevendo o caso foi registrado na Seccional Urbana de São Brás, na capital paraense.

Um caso semelhante ocorreu no último dia 23 de janeiro. Um cidadão resolveu amarrar um cachorro no para-choque de seu carro e arrastá-lo pela rua da cidade baiana de Prado. Um vídeo flagrou a situação. O homem depois ele alegou que o cão já estava morto quando foi amarrado ao veículo.

#Crime #Investigação Criminal