Edir Macedo, Silvio Santos e os empresários Marcello de Carvalho e Amilcar Dallevo Junior tem algo em comum. A partir do dia 29, por enquanto apenas em São Paulo, os sinais de suas emissoras, #Record TV, SBT e RedeTV! serão cortados nos principais canais a cabo. Estima-se que mais de 60% da audiência em São Paulo seja a partir dessas operadoras de TV. Em contrapartida, pesquisas indicam que 90% do público que tem TV a cabo, também assiste TV aberta, sendo que dois terços só assistem os canais abertos, ignorando os de filmes, esportes, jornalismo e etc.

Os empresários chegaram a montar a Simba, uma empresa que estava negociando os sinais das três emissoras juntas.

Publicidade
Publicidade

O sinal que elas querem vender é o digital, o em alta definição, como a TV Globo já faz há tempos. Em um comunicado que está sendo exibido na televisão, as emissoras informam que outros canais já tem esse "privilégio" e que as operadoras a cabo - a saber: Sky, NET, Vivo, Embratel e Claro (praticamente todas as principais) - não quiseram fazer nenhum tipo de negociação. A sinal será cortado - caso não haja nenhuma mudança até lá - no dia 29. Por isso, em todos os programas e nos intervalos das emissoras, um comunicado está sendo exibido.

Os três canais exibem o mesmo. Eles dizem que as TVs a cabo não quiseram colaborar e que as famílias façam a instalação do conversor digital, de uma antena externa ou de uma televisão que já receba o sinal em HD. Não foi informado o quanto de audiência essas emissoras vão perder com a mudança.

Publicidade

Quem pode se dar bem é a Rede Globo, que já tem acordos importantes. A Record TV diz que quem perde com isso é o público brasileiro e que o público é quem perde com tudo isso.

Veja abaixo um vídeo que mostra uma reportagem da Record TV explicando o que os telespectadores tem que fazer para continuar assistindo televisão. E você, acha que pode ser o fim dos canais a cabo? Deixe o seu comentário. A sua opinião é sempre importante para todos nós e ajuda no diálogo de temas relevantes para a sociedade.