Nem estreou ainda e a novela “A Força do Querer’ já está dando muito o que falar. Tudo porque o folhetim, escrito por Glória Perez contará a história de uma ex-mulher de um poderoso traficante que existiu de verdade.

O bandido é da Rocinha, uma das favelas do Rio de Janeiro que serve como ponto de distribuição de entorpecentes.

Há quem esteja recamando que a trama pode ajudar a dar um viés romantizado à vida no #Crime, banalizando a bandidagem e humanizando aqueles que integram o lado errado.

Outros internautas acreditam que não há nada de mais quando a ficção retrata a realidade, já que a arte inspira a vida e a vida inspira a arte.

Publicidade
Publicidade

De qualquer forma, o novo produto da teledramaturgia das Organizações Globo vai ao ar no próximo dia 3 de abril, com um primeiro capítulo recheado de surpresas.

A parte que fala da ex de um traficante é concentrada em um dos núcleos que se passa na Rocinha. Estrelando está a personagem inspirada em Fabiana Escobar, que ficou conhecida no estado do Rio como Bibi Perigosa. Isso na época em que ela foi casada com o bandido Saulo de Sá Silva, vulgo Barão do Pó.

Encarnará a pele da hoje escritora Bibi Perigosa a atriz Juliana Paes. Fabiana inclusive já andou dando entrevistas declarando que é fã da artista. Disse também que tem orgulho de ver sua história na telinha, mas que sabe que vem chumbo grosso por aí por conta das críticas.

Para jornalistas especializados em televisão, ela afirmou que é bom que algo ruim de sua vida tenha se transformado em uma coisa boa.

Publicidade

Mas está consciente de que será julgada e que “pedradas que vão vir junto” com a fama.

Biografia

Fabiana lançou em 2013 uma biografia em que conta as memórias da época em que era casada com o Barão do Pó. Lembra que chegou a morar em uma casa de luxo no meio da favela, com sauna e piscina, mas dormia com quatro seguranças armados na porta.

O livro também conta a saga da família para fugir da polícia, depois que o Saulo deixou de ser carteiro para entrar no mundo do crime. O Barão do Pó foi capturado no Nordeste e está até hoje preso em Bangu. O casal se separou depois que Fabiana descobriu que na cadeia ele trocava cartas com outra mulher, ignorando todo o sacrifício que ela sempre fez na clandestinidade ao lado dele.