Um pastor evangélico foi preso nesta quarta-feira, 15, na cidade de Rio Brilhante, localizada na capital do Mato Grosso do Sul, Campo Grande. O homem, de apenas 44 anos, não teve a identidade revelada pela polícia. O motivo, segundo os investigadores, é que dizer o seu nome poderia até atrapalhar a apuração do #Crime, considerado absurdo. O pastor estuprava da neta de consideração. A garota era neta de sua esposa, mas vivia em sua casa. A menina, de apenas 11 anos, frequentava a casa dele e da mulher. Para convencer a menina a realizar tais atos, ele mandava comprar doces para ela. A menina ia até um barzinho da região e comprava os seus doces - como balas, pirulito e paçoca - e ao voltar, tinha que dar algo em troca ao vovô.

Publicidade

O algo em troca era sua própria inocência. O homem, apesar de ser pastor evangélico, já tinha passagem pela polícia. Ele foi preso, no passado, justamente, acusado de cometer o mesmo crime. A menininha acabou confessando que os atos contra ela, de fato, aconteciam. Quem acabou desconfiando dos abusos sexuais foi a mãe da menor. Isso porque a garota começou a mudar o comportamento. Ao questionar a pré-adolescente sobre se estava acontecendo algo, ela confessou que o vovô pastor mandava ela ir comprar doces na vendinha e, ao voltar, sempre brincava com sua região íntima. Revoltada, a mãe da criança decidiu fazer uma acusação contra o homem, a fim de que ele pagasse novamente por tamanho crime cruel.

Inicialmente, a garota até chegou a dizer que não havia nada de errado, mas bastou insistir um pouco no tema para que ela criasse confiança com a mãe. A cuidadora da garota foi até à delegacia mais próxima e contou tudo o que ocorreu. Os policiais decidiram então ir com a mãe até à casa da residência do religioso. Ao chegarem no local, no entanto, o pastor não estava em casa. Mais tarde, no entanto, o homem foi encontrado. Ele prestou depoimento e foi encaminhado para um penitenciária da região. É a segunda vez que o pastor é preso no local. Na primeira, ele foi acusado de abusar de uma sobrinha.