Em nota à imprensa, a #Petrobras informou nesta segunda-feira (6) a conclusão da retirada do helicóptero modelo S76C, de propriedade da Omni Taxi Aéreo. A petrolífera disse que o trabalho de remoção do aparelho foi concluído neste domingo (5).

Conforme publicado, a aeronave tombou lateralmente em função de um pouso no heliporto da plataforma P-37, da Petrobras, no campo de Marlim (Bacia de Campos), às 14h de 1º/3 (Quarta-feira de Cinzas). O aparelho vinha do heliporto Farol de São Tomé, para proceder a troca de empregados. Estavam na aeronave dois tripulantes e oito passageiros, dos quais quatro sofreram ferimentos e foram prontamente socorridos e levados para avaliação médica em Macaé (RJ).

Publicidade
Publicidade

A Petrobras sublinhou que o helicóptero "fez um pouso brusco", o que levou ao tombamento no heliporto. Uma equipe de técnicos dos Serviços Regionais de Investigação e Prevenção de Acidentes (Seripe) e da Omni Taxi Aéreo acompanhou os trabalhos de remoção da aeronave.

Mas as investigações ainda não foram concluídas. A comissão que estuda as causas do acidente é composta pela Petrobras e pelo Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro-NF).

O site Petronotícias teve acesso a algumas fotos do acidente, como a publicada, e confirmou as informações da Petrobras e do Sindipetro-NF quanto aos dados preliminares sobre as causas do acidente, número de feridos e o plano de voo da aeronave.

Em fevereiro de 2016, o Sindipetro-NF noticiara sobre problemas no voo de um helicóptero no heliporto do Farol de São Tomé.

Publicidade

A aeronave da empresa BHS que iria, às 7h30, para a plataforma de Enchova teve que cancelar o voo, pois teve uma pane. Tratava-se uma aeronave maior, pois transportava 18 empregados de empresas terceirizadas contratadas pela Petrobras.

Não bastando, uma segunda aeronave também deu pane, na qual esses 18 empregados foram embarcados. Segundo o Sindipetro-NF, os aparelhos eram modelo Eurocopter EC-225.

Esses acidentes conforme noticiado são constantes; em 2013, por exemplo, o sindicato noticiou a ocorrência de 61 panes com helicópteros. #Acidente aéreo #Brasil