Uma #Família inteira foi encontrada morta pela polícia em um apartamento em São Paulo. Foram três pessoas, todas com ferimentos de arma de fogo na cabeça. A tragédia aconteceu na segunda-feira, 06, em um apartamento na Água Rasa, Zona Leste da cidade de São Paulo. As vítimas são: Fábio Luis Pinassi Nunes, de 36 anos, e de Thaise Leocadio Ramos, de 33 anos e o filho do casal Pedro Luiz Ramos Nunes de apenas 5 anos.

Segundo nota da Secretaria de Segurança Pública de SP, vizinhos e parentes sentiram um mau cheiro muito forte vindo do apartamento da família. Eles tentaram contato com a família ainda por telefone, bateram na porta e ninguém respondeu.

Publicidade
Publicidade

Pediram então, para o porteiro arrombar a porta e logo constataram a chacina. Primeiro encontraram Thaíse deitada em um sofá, logo depois Pedro, deitado na cama do casal e por fim, Fábio caído com uma arma caída ao lado do corpo.

O delegado do caso Nilton Quieregato, titular da 29ª DP, disse ao jornal EXTRA que a principal linha de investigação é #homicídio seguido de #Suicídio, cujo autor seria ao pai e marido das vítimas. No local não foram encontrados bilhetes e será necessário aguardar os exames adicionais para poder afirmar o que realmente aconteceu na cena do crime.

A polícia interrogou o pai de Fábio que afirmou que o filho estava depressivo. Já os amigos da família pediram para não se pronunciarem sobre o caso, já que a perda foi muito grande e preferem preservar a privacidade neste momento de morte de "pessoas amadas".

Publicidade

Alguns amigos trocaram as fotos de redes sociais para a tradicional "fita de luto". Conhecidos e desconhecidos prestaram homenagem à família, com mensagens de solidariedade nas redes sociais.

O que tem chocado e preocupado o Brasil, é que casos como esse tem se repetido com frequência até então incomum. Todos se lembram de um analista de sistemas de uma grande empresa de telefonia do Rio que matou dois filhos a esposa e se matou, segundo carta de despedida, por problemas financeiros. Recentemente também, precisamente no domingo, 5, um pai matou seus dois filhos, e se matou. O caso aconteceu no bairro da Freguesia, Zona Oeste do Rio. Cesar Antunes Junior esfaqueou Maria Nina Magalhães Castro Antunes, de 10 anos, e Bernardo Magalhães Castro Antunes, de 6 anos e posteriormente se matou. Neste caso o suspeito deixou uma carta para a mãe dos meninos.