Um grupo de manifestantes contrário às reformas da Previdência e Trabalhista propostas pelo presidente #Michel Temer (PMDB) ocupou na madrugada desta quarta-feira, dia 15, o prédio do Ministério da Fazenda, em Brasília-DF.

Liderados pelo MST (Movimento Sem Terra) e outros grupos de trabalhadores rurais e sem teto, os manifestantes afirmaram que o #Protesto contou com 1,5 mil pessoas. A Polícia Militar (PM) afirmou que havia 200 manifestantes no grupo que invadiu o edifício. A PM também afirmou que os protestantes “danificaram as dependências” do ministério, “jogando paus e pedras”.

Os protestos fazem parte do Dia Nacional de Paralisações e Greves contras as propostas de reforma do governo. Para os trabalhadores, as medidas apresentadas por Temer irão dificultar a aposentadoria e facilitar a manutenção de contratos terceirizados e temporários, o que tiraria dos empregadores as obrigatoriedades e encargos trabalhistas. O governo se defende afirmando que as medidas são necessárias para equilibrar as contas públicas e estimular o mercado nacional. #Reforma da Previdência