Essa semana começou a circular nas redes sociais um vídeo em que uma gestante é duramente agredida por outra mulher que estaria ‘cobrando’ uma dívida, em Sátiro Dias, município no interior da Bahia. O espancamento teria acontecido na semana que antecedeu ao carnaval, mas somente agora as imagens foram divulgadas. As cenas que impressionam pela brutalidade, mostram o momento em que a vítima já caída leva vários socos na região do ventre.

Grávida de cinco meses, a mulher tenta proteger, sobretudo a cabeça, mas acaba levando vários golpes do abdome. As imagens são tristes, e apontam que a agressora tinha a intenção de machucar a criança que a jovem carregava.

Publicidade
Publicidade

Ainda é possível ouvir ao fundo a voz de outras duas pessoas, dizendo que ‘tem que bater mesmo’. Os socos, chutes e pontapés continuam até que um homem que parece ser o autor do vídeo corre ao encontro da agressora dizendo que ‘já tinha sido suficiente’.

A jovem agredida teria o nome de Maria, e teve que ser socorrida logo depois que a briga aconteceu, pois minutos após começou a apresentar sinais de que perderia o bebê que esperava. No momento do tumulto foram vizinhos e testemunhas que correram ao encontro da jovem para ajudá-la e encaminhá-la ao pronto atendimento. A polícia não chegou a ser acionada pela vítima no local.

Assista às cenas estarrecedoras no vídeo a seguir:

Apesar de ter sido socorrida, Maria acabou perdendo a criança, e passou os cinco dias do carnaval internada para se recuperar do aborto que acabou sofrendo.

Publicidade

Depois de várias denúncias de testemunhas, e apesar de não haver um registro formal, a polícia da cidade começou a investigar o caso, sobretudo depois de ter acesso às imagens. Pelo que foi apurado, essa não seria a primeira briga das duas mulheres, e a suposta ‘divida’ já havia sido cobrada outras vezes.

No entanto, dessa vez Maria teria assumido para agressora que não teria como pagar a quantia devida. Foi a partir desse momento que os golpes começaram. A polícia disse que está esperando a vítima na tarde desta segunda-feira (06), mas que não sabe se ela terá condições de saúde para prestar depoimento, uma vez que ainda estava internada.

Os investigadores já sabem a identidade da agressora, que se chamaria Gabriela, mas ela teria escapado para a capital depois da repercussão negativa do caso. Muitos internautas se manifestaram diante das cenas tristes publicadas nas redes sociais. #Crime #Casos de polícia