A Liga Independente das Escolas de Samba do Rio (Liesa) acabou surpreendendo os foliões minutos antes da apuração dos desfiles do grupo especial do Rio de Janeiro começar, na tarde desta quarta-feira de cinzas, 1º. A instituição do #Carnaval decidiu que nenhuma escola do Grupo Especial será rebaixada. A informação foi confirmada pelo jornal carioca Extra. A mudança, de última hora, ocorreu depois de problemas em inúmeras escolas de samba. Duas em especial, registraram acidentes importantes. Uma delas foi a Unidos da Tijuca e a outra a Paraíso do Tuiuti. Os dois acidentes somados geraram mais de 30 vítimas (35 feridos, três ainda estão internados em estado grave), o que ofuscou o brilho da festa.

Publicidade
Publicidade

Os especialistas em folia colocaram em xeque a segurança da Marquês de Sapucaí, palco de desfile desde 1984. Nunca tantos acidentes ocorreram em um único ano, em mais de 30 anos de uso do espaço.

Segundo o jornal 'Extra', a reunião, que mais tem cara de "Tapetão" do futebol, teve diretores e presidentes das mais diversas agremiações. A mudança no desfile foi um consenso de todos os presidentes de escola de sama. O regulamento do Carnaval prevê que todos os anos uma escola seja rebaixada. No Grupo Especial, doze agremiações fazem os seus desfiles. No entanto, no ano de 2018 serão treze apresentações. Isso porque fica mantida a ida da campeã da Série A para o grupo especial. Não foi explicado se no ano que vem serão duas as rebaixadas.

Não é a primeira vez que fatos como esse acontecem.

Publicidade

A Portela, no passado, fez um desfile que estourou muitos minutos do tempo máximo. No entanto, não foi descontada. Novamente, houve um consenso dos representantes das escolas de que ela não sofresse a punição. A mudança de última hora mais recente foi em 2011, quando um incêndio atingiu a recente criada cidade do samba. Portela, União da Ilha e Grande Rio tiveram os seus barracões atingidos. Lembrando que a apuração, oficialmente, começa às 16h45, no horário de Brasília. As notas já chegaram em um carro de segurança.