O caso chocante aconteceu em General Carneiro, (a 442 km ao Leste de Cuiabá), em Mato Grosso, um mecânico de 39 anos, confessou que violentava sua filha de apenas 12 anos de idade, e que esta grávida. A confissão foi gravada em um vídeo dentro da delegacia, o acusado diz estar ciente de que cometeu um erro, afirmando que: “vacilou”. O processo segue sob sigilo de justiça.

O caso só foi descoberto, pois nesta última terça-feira (28), a menina começou a passar mal, e levada pela mãe a um hospital da região, para descobrir o que a menina tinha. Ao chegar à unidade de saúde, e realizar alguns exames, o médico plantonista constatou a gravidez da criança.

Publicidade
Publicidade

Ao que tudo indica um profissional de saúde comunicou ao Conselho Tutelar a gravidez da menina, que confessou a um conselheiro que o pai do bebê era seu próprio pai. O caso foi comunicado à polícia pelo Conselho Tutelar da cidade. Logo após a denúncia policias realizaram a prisão do pai estuprador.

Segundo a polícia a criança teria assumido ao conselheiro que já vinha sendo violentada pelo pai á pelo menos um ano e meio.

O vídeo com a confissão do pai da menor, que não teve seu nome revelado, tem duração de cerca de 2 minutos. Na gravação é possível ouvir a voz do policial afirmando ao estuprador que ele teria sua integridade física preservada e inicia as perguntas.

Na gravação o mecânico assume estar consciente de seu erro, e irá pagar pelo que fez. Ele ainda conta que é pai de outras duas crianças, e faz tudo por elas, e que “apenas” teria “vacilado” em relação à filha de 12 anos.

Publicidade

Ao ser questionado pelo tempo em que vinha mantendo relações com a menina, o acusado disse que não sabia o tempo, porém afirma já ter um bom tempo.

O policial pergunta a ele a idade de sua filha, ele responde que ela tem 12 anos. Ao ser indagado se sua esposa sabia que ele vinha mantendo relações sexuais com a filha, o mecânico afirma que a mãe não sabia da situação.

O mecânico diz ainda estar arrependido do que fez, e que um dia ele tiver a chance de reencontrar sua filha irá pedir perdão a ela pelo mal que a fez.

Outra parte chocante do vídeo e que vem causando repúdio e revolta entre os internautas, e que ao ser questionado sobre a virgindade da criança, ele afirma que a menina era virgem até que ele a violasse.

Segundo informações fornecidas pela Polícia Civil, após confissão em depoimento a delegacia, o acusado foi liberado por não ter sido preso em flagrante. O delegado solicitou da justiça à prisão temporária do mecânico, porém a Justiça indeferiu o pedido. O processo segue em sigilo judicial.

#Crime #Investigação Criminal