Um acidente de trânsito vitimou duas pessoas na tarde desta terça-feira (18), na cidade de #Campo Limpo Paulista, no interior de São Paulo. Um carro desgovernado atropelou e matou uma mulher grávida que atravessava a rua antes de atingir um muro de uma casa. Com a batida, outra mulher que estava na direção do veículo também não resistiu aos ferimentos e morreu, enquanto que o passageiro foi levado para o hospital em estado grave.

Publicidade

Antes de ser atingida, a pedestre ainda conseguiu empurrar a filha e evitar que ela também fosse atropelada.

Publicidade

De acordo com informações passadas pela Polícia Civil ao G1, o #Acidente aconteceu no inicio da tarde, no bairro Parque Industrial, quando um #Fiat Uno desgovernado, que vinha descendo uma ladeira em alta velocidade, atingiu Patrícia Viana de Souza, de 33 anos, que atravessava a Rua Flor de Maio, acompanhada de uma filha. Testemunhas contaram que a vítima, ao escutar o barulho do carro, ainda conseguiu empurrar a menina antes de ser atingida e arremessada por cerca de 50 metros. A frente do automóvel ficou totalmente destruída.

Após o atropelamento, o veículo ainda seguiu desgovernado até bater no muro de uma casa, onde momentos antes estava uma mulher. A motorista Madalena Maria de Arcanjo Silva, de 69 anos, chegou a ser socorrida por uma equipe de resgate, foi levada até um hospital, mas não resistiu aos ferimentos e também morreu.

Publicidade

Um homem que estava no banco do passageiro, Dirceu Rosa da Silva, de 67 anos, e que era marido da motorista, foi encaminhado a um hospital da cidade em estado grave e seu boletim médico ainda não foi divulgado.

Foram recolhidos relatos de testemunhas, além de dados pela perícia para analisar as causas do acidente, que pode ter sido decorrência de falha mecânica do veículo ou de um mal súbito sofrido pela condutora. Segundo a polícia, ela não sofria de nenhum tipo de problema de saúde.

O acidente assustou os moradores da região, que reclamaram da má conservação da rua, que tem vários buracos, além da imprudência de alguns motoristas. Eles acreditam que isso pode ter colaborado para que ocorresse o acidente. “Eles (os motoristas) fazem muitos abusos aqui e ninguém toma providencia de nada. Acho que tem que melhorar alguma coisa para dar mais seguranças ao pedestre”, disse um morador. A dona da casa atingida preferiu não dar entrevista. A Prefeitura da cidade disse que nos próximos dias está programada uma operação tapa buracos.