O jogo da “Baleia azul” vem sendo muito comentando recentemente, pois se tornou viral entre os internautas e está causado polêmica em todo o mundo, principalmente devido aos seus 50 desafios macabros, tendo como último o suicídio.

O número de vítimas tem aumentado cada vez mais. No Brasil, aconteceu recentemente em Pará de Minas, no Estado de Minas Gerais, quando um adolescente com apenas 19 anos entrou no jogo e acabou cometendo suicídio.

O jogo, que é de origem russa e ficou conhecido aqui por “#Baleia Azul”, começa a partir de alguns contatos em grupos secretos nas redes sociais, principalmente no Facebook.

Gabriel Antonio dos Santos Cabral deixou uma filha que tinha 40 dias.

Publicidade
Publicidade

Sua mãe, Maria de Fátima Santos, de 37, afirmou que o filho tinha dito estar em um grupo numa rede social e participado do jogo.

Ele já havia tentando diversas vezes sair do grupo, mas as pessoas sempre colocavam ele novamente. Segundo sua mãe, o jovem sofria muita pressão.

A esposa de Gabriel encontrou seu corpo quando voltou para casa depois de um per noite na casa de sua mãe. Junto a cama onde estava o corpo foi visto várias cartelas vazias de anti-depressivo.

O corpo de Bombeiros e a Policia Militar foi acionada e estão investigando o caso. S suspeita é de que ele ingeriu vários compridos uma noite antes de morrer.

A Delegacia Regional de Pará de Minas está investigando o caso. O telefone celular da vítima foi encaminhado para perícia.

A Policia Civil da cidade afirmou que o grupo em que Gabriel participava está sendo cuidadosamente investigado.

Publicidade

Já foram encontrados participantes de vários Estados do país, entre 11 e 23 anos

O corpo de Gabriel foi enterrado. Durante o velório, uma de suas irmãs desmaiou. A família lamenta o desfecho e disse que jamais esperava por isso, já que Gabriel sempre foi muito trabalhador, pagava suas contas em dia e que estava com planos de fazer uma festa de aniversário para a filha, que nasceu recentemente.

A mãe relatou à policia que o rapaz já havia efetuado alguns dos 50 desafios, como assistir filmes de terror, gravar um vídeo no alto de um precipício e ainda desenhar a Baleia com uma gilete no braço. Ela afirma ter pedido para ele abandoar esses desafios, que era coisa do demônio.

Ainda segundo a mãe, o remédio que ele ingeriu até a morte era para suas fortes dores de cabeça e para a insônia, que sempre o afligiam. #Jogos