Neste último domingo (02) uma tentativa de homicídio foi registrada na Rua João de Souza Costa, na Praia da Armação do Itapocorói, em Penha, cidade pertencente ao estado de Santa Catarina. A polícia informou que a vítima, o jovem Pablo Patrik de Souza, foi encontrado semi #Decapitado, mas ainda consciente, jogado ao chão.

A polícia ainda informou que o jovem afirmou que foi abordado por três indivíduos desconhecidos em uma rua deserta e, sem chances de defesa, começaram a espancá-lo com murros e pontapés. Após ficar sem consciência devido às agressões ele foi levado a outra rua ainda mais deserta e lá também foi covardemente espancado pelo trio.

Publicidade
Publicidade

Segundo a própria vítima, os homens estavam descontrolados, batiam sem dar nenhuma explicação do porquê estava acontecendo tudo aquilo.

Além de ser espancado, o jovem teve seu tênis e aparelho celular roubados pelos agressores. Após roubarem os pertences da vítima, os agressores tentaram decapitá-la, usando uma faca tipo peixeira. Após fazerem um imenso corte no pescoço da vítima, os acusados fugiram do local, correndo em direção às ruas que levam ao centro da cidade. Um jornal local chegou a informar que a vítima teria se escondido em uma mata, temendo que os agressores voltassem para terminar o serviço.

O jovem ficou escondido na mata por mais de onze horas e só saiu de lá quando foi visto por populares, que acionaram a equipe médica do Samu. A equipe de socorristas informou que, após os primeiros-socorros, o jovem foi encaminhado a uma unidade de saúde do município.

Publicidade

Por questões de segurança, não foi informado o endereço do hospital onde a vítima foi internada.

A polícia, que também esteve no local quando o jovem recebia os primeiros atendimentos, disse que já foi aberto um inquérito para investigar o caso. Ainda por questões de segurança, o estado de saúde do jovem não foi divulgado.

Nas redes sociais, fotos e vídeo do jovem semi decapitado foram compartilhados por mais de meio milhão de pessoas. Algumas diziam que o jovem nasceu de novo, outros diziam que foi um milagre.

E você, qual sua opinião? deixe seu comentário logo abaixo. #agressão #Santa Catarina