Uma cena perturbadora foi gravada por um pai. A pedido de sua filha adolescente - a menina tem apenas 13 anos de idade - ele instalou uma câmera escondida na casa da mãe dela. A garota já havia visto o homem entrando em seu quarto usando apenas cueca na madrugada e contou para o pai o quanto isso era bastante estanho. O padrasto da criança tem 25 anos de idade e é o acusado do #Crime bárbaro. Em entrevista ao portal de notícias G1, o pai da menina lembra como tudo aconteceu. Ele lembra que sua pequena filha ligou para ele contando tudo o que havia acontecido. Ele disse que pressentiu algo estranho e que decidiu, em seguida, colocar a câmera.

Imagens que chocaram

A menina acordou de madrugada em determinada noite e viu o homem mexendo em seu quarto.

Publicidade
Publicidade

Ela então questionou o que ele fazia ali em situação tão estranha. O padrasto então informou que estava à procura de um carregador no local. O pai ficou muito triste com a situação, especialmente pelo fato de a menina estar muito nervosa ao telefone. O pai então teve a ideia de conversar com um amigo que, por acaso, era delegado e foi o policial quem o instruiu a tomar tal medida, colocando a câmera escondida no quarto da garota. O objetivo era flagrar o rapaz entrando no quarto da menina e ver o que de fato acontecia.

A câmera foi colocada próxima ao chão. Em um determinado dia que a mãe não estava em casa, a menina e o seu irmão foram dormir no chão. O homem completamente nu tentava tocar a garota e se tocava ao mesmo tempo. Para colocar o objeto no local, foi preciso convencer a mãe da garota.

Publicidade

A mãe da menina viu as imagens, avisou o ex-marido e eles registraram um boletim de ocorrência .

Revolta na internet

O assunto ganhou grande repercussão nas redes sociais. "A criança foi muito corajosa ao relatar o acontecido para o pai. Isso mostra que, mesmo separado da mulher, este homem tem total confiança de seus filhos. O mais acertado seria o pai ter a guarda das crianças, já que a mãe foi omissa ao colocar outro homem dentro de casa. Lamentável", opinou um internauta ao saber do caso. Outro também lembrou sobre a lei da adoção.

"Ela só permite a adoção quando a idade entre o adotado e o adotante for de no mínimo 16 anos de diferença. Este rapaz, que fazia o papel de padrasto, tinha 25 e a menina 13 anos. As mães poderiam observar isso antes de trazer um gurizão para morar em casa. Por que elas não namoram sem trazer pra morar junto?", questionou ele.

E você, o que acha que a justiça deveria fazer diante do impasse? Deixe o seu comentário. Ele é sempre importante e ajuda no diálogo de temas diversos. #Investigação Criminal