Um dos jogos mais terríveis de todos os tempos é o jogo "#Baleia Azul", o jogo do suicídio. O desafio é um dos assuntos mais comentados no país e causa muita preocupação nos pais, visto que já são dois casos registrados de morte que podem ter ligação ao jogo no Brasil.

O desafio pode chegar a qualquer casa sem que ninguém fique sabendo, visto que é realizado pela internet, sem que alguém perceba. O jogo macabro consiste em persuadir a pessoa a se matar lentamente através de 50 desafios diários.

Como este jogo apareceu?

O jogo "Baleia Azul" foi detectado pela primeira vez na Rússia, onde pelo menos 130 pessoas teriam se matado, levando as autoridades e os pais a ficarem em alerta.

Publicidade
Publicidade

No país, uma pessoa chegou a ser presa por envolvimento com o jogo.

Houve casos de adolescentes que, antes de se matarem, colocavam na foto de perfil do Facebook uma baleia azul.

Como o jogo acontece?

Mentores são responsáveis por persuadir de uma forma tão intensa a mente de jovens e adolescentes que os levam a querer tirar a própria vida, através de uma sequência de 50 desafios. Eles envolvem desde atos mais simples, como ouvir músicas tristes e assistir filmes de terror durante a madrugada, até mutilar sua própria pele, fazendo o desenho de uma baleia com algum objeto cortante para que o braço fique marcado, cortar os lábios e dizer coisas ofensivas aos seus pais.

O mais terrível e último desafio, no 50º dia, a pessoa precisa tirar a própria vida para o término do jogo.

Como os jovens e adolescentes têm acesso ao jogo?

Através da internet, em grupos secretos no Facebook, onde o mentor, que provavelmente é uma pessoa mais velha com alto poder de persuasão, passa a maratona de desafios.

Publicidade

Ele começando com coisas simples, como desenhar uma baleia em um papel, e gradualmente o subindo o nível de dificuldade e tornando-os cada vez mais perigosos. No Brasil, pelo menos 13 grupos já foram encontrados.

Casos no Brasil

Pelo menos dois casos de mortes no Brasil estão sendo rigorosamente investigados para saber se realmente os adolescentes foram vítimas do jogo. O segundo e mais recente aconteceu em Minas Gerais.

Gabriel Antônio dos Santos Cabral, segundo sua mãe, estava há mais de um mês jogando o que ela chamou de "aplicativo" da Baleia Azul, agindo de maneira muito diferente. Foi encontrado sem vida nesta quarta-feira (12).

O primeiro caso foi no Mato Grosso, onde uma menina de 16 anos jogou-se em uma represa, acabando por morrer. Testemunhas afirmaram que a jovem estava participando de um jogo online e havia desaparecida desde a madruga de terça-feira (11). O corpo foi encontrado na tarde do mesmo dia. #Atualidade