O desafio online da Baleia Azul, conhecido também como jogo do #Suicídio, está ganhando seguidores em todas as partes do Brasil. Este fato tem preocupado as autoridades brasileiras, já que dois adolescentes cometeram suicídios esta semana. Os jovens realizaram os desafios colocados pelos os chamados "#curadores" dos grupos que estão sendo criados secretamente no WhatsApp e também no Facebook.

Publicidade

O número exato de jogadores ainda é desconhecido, porém, avalia-se que milhares de crianças e adolescentes possam estar envolvidos com esse jogo e podem sofrer consequências devastadoras.

Publicidade

A polícia já abriu investigações a fim de encontrar os responsáveis.

Segundo o Jornal Hoje em Dia, logo após a morte de dois jovens que supostamente estavam conectados ao jogo Baleia Azul, as autoridades de todo Brasil declararam estado de alerta e buscam identificar os participantes que inclusive podem responder criminalmente.

Duas mortes

O Brasil inteiro está chocado com os casos de suicídios que supostamente estão ligados ao jogo da morte. Infelizmente, isso é só o começo, e a polícia já está trabalhando no intuito de identificar os jogadores e assim evitar que mais tragédias como essas aconteçam.

A imprensa de Mato Grosso relatou o primeiro caso, Maria de Fátima da Silva, de apenas 16 anos, foi encontrada morta na madrugada da última terça-feira (11), após pular em um lago na pequena cidade de Vila Rica,‎ a 1.320 quilômetros da capital. A mãe da adolescente informou que a filha estava agindo de maneira estranha nos últimos dias..

Publicidade

A moça escreveu duas cartas antes de cometer o suicídio, em uma das cartas ela citava as tarefas que tinha que fazer por causa do jogo. O corpo apresentava mutilações nas pernas e também nos braços. O telefone celular da vítima foi recolhido pela polícia e está sendo periciado. Segundo as investigações preliminares, a polícia já está analisando dois grupos que existem na cidade.

A segunda morte ligada ao desafio mortal aconteceu na cidade mineira de Pará de Minas, na última quarta-feira (12). O jovem Gabriel Antônio do Santos, de apenas 19 anos, ingeriu dezenas de antidepressivos e foi encontrado morto em sua casa pela esposa. O rapaz tinha se tornado pai de uma menina há poucos dias.

Alerta em João Pessoa

Segundo o coordenador do Centro de Operações Policiais do estado da Paraíba (Ciop), Coronel Arnaldo Sobrinho, a PM recebeu uma denúncia que jovens de uma escola em João Pessoa estariam praticando os desafios da #Baleia Azul. A denúncia era que estudantes já tinham concluído algumas tarefas, como mutilar braços e pernas.