Um criminoso, identificado como Gerson, mesmo tendo apenas vinte e sete anos de idade, passou mais de 50 vezes por currículos criminares, ou seja, foi preso. Na vez de número 58, ele virou notícia em todo o Brasil. O meliante que é preso em média mais de 6 vezes por ano desde que completou a maioridade, no último delito, foi levado pelos policiais de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Na região, assim como muitos bandidos, Gerson tem um apelido carinhoso, o de 'Baresi'. Em um vídeo divulgado pela Record TV e que pode ser visto ao final dessa reportagem, o criminoso zomba os policiais militares que o prenderam.

Gerson, que é um conhecedor das leis brasileiras, ri e diz que rapidinho estará solto.

Publicidade
Publicidade

Por isso, ele pede que tirem uma foto dele preso e até selfies com os PMs. Curiosamente, o rapaz parece ter orgulho de estar indo parar na cadeia. Em seguida, ele ainda diz as coisas boas da cadeia, revelando que vai ter água e comida de graça. Mesmo estando diante das câmeras dos jornalistas, Baresi deixa claro que, para ele, ser preso é um bom negócio

Delitos e venda de produtos no Sul

Entre os crimes de que o bandido famoso é acusado estão furtos de carros, arrombamento de casas, porte de drogas e até o famoso estelionato. Um segurança de um mercado próximo ao local da prisão de Gerson, em conversa com a Record, sem mostrar o nome e o rosto, contou que já está cansado e que toda hora o meliante rouba os produtos do local. Após os roubos, segundo o segurança, o meliante vende os produtos nas ruas de Porto Alegre.

Publicidade

Com o dinheiro que consegue, ele compraria drogas para sustentar o seu vício.

Veja abaixo um vídeo que mostra uma reportagem sobre o assunto no 'Cidade Alerta', programa apresentador por Marcelo Rezende, na Record TV.

Na sua opinião, deveria existir uma lei em que - criminoso como esse - pudessem ser punidos por mais tempo ou até mesmo perpetuamente? Deixe a sua mensagem. Ela é sempre importante para todos nós. Ela ajuda no diálogo de temas relevantes para a sociedade. #Crime