O homem acusado em Cuiabá , no Mato Grosso, por ter estuprado uma cachorra e depois postar o vídeo na internet teve a prisão decretada. Para surpresa de Emerson Pedroso, a Dema (Delegacia Especializada do Meio Ambiente) pediu sua prisão preventiva e terá agora que responder perante a Justiça pelos maus tratos que infligiu ao animal.

O caso foi denunciado pela apresentadora Luisa Mell. A famosa partilhou em seu Facebook esse caso dizendo que tinha descoberto o Instagram do rapaz responsável pelo estupro do animal. “Eu estou em choque. Este ser estuprou sua cadela e filmou!!! As cenas são nojentas. Queremos justiça. A ong local fez o B.O.

Publicidade
Publicidade

Mas temos que fazer barulho para que seja punido! Tem que perder a guarda da cachorra já! Trabalharei hj para isso! Ah aqui o insta do criminoso @hemerson_fenandes_odonto (sic)”, escreveu Luisa Mell em sua postagem.

Depois da denúncia da apresentadora, a Dema de Cuiabá conseguiu descobrir a identidade do jovem e pediu a prisão preventiva do estuprador de #Animais. A delegacia emitiu um comunicado informando que o acusado se chama Emerson Fernandes Pedroso, é morador no bairro Pedra 90 e vai responder na Justiça pelos crimes de maus tratos a animais.

Ele também será indiciado por associação criminosa, uma vez que faz parte de um grupo de pessoas que praticam sexo com animais, filmam e partilham entre os membros de esse mesmo grupo de zoófilos. Segundo a lei, Emerson Pedroso poderá apanhar entre um e três anos de prisão por suas práticas, tanto por ter estuprado a sua cadela, como por ter partilhado publicamente aquelas imagens chocantes.

Publicidade

Entretanto, Maga, a autora do blog “Patas ao Alto”, diz que também investigou o suspeito. Ela ligou para a Unic (Universidade de Cuiabá), que Emerson diz frequentar, e da diretoria chegou a informação de que não existe nenhum aluno com aquele nome frequentando aquela instituição.

Caso semelhante nos Estados Unidos

Em janeiro deste ano, um caso semelhante de zoofilia chocou os Estados Unidos. Um homem de 23 anos foi preso na Flórida por ter estuprado o seu animal de estimação, também uma cadela. O homem foi preso depois da sua companheira de quarto o ter denunciado às autoridades.

Naquele país, as penas para os abusos de animais são bastante pesadas. No entanto, o homem aguarda o julgamento em liberdade depois de ter pagado uma fiança de US$ 15 mil, o equivalente a R$ 47,5 mil.

O que você acha sobre esses casos? Acha que a justiça deve ser implacável? Escreva a sua opinião nos comentários e não esqueça de partilhar a notícia nas redes sociais! #Crime