O Brasil está em alerta com o game que está tirando o sono de pais e familiares de jovens. O game Blue Whale ou jogo da #Baleia Azul chegou recentemente no país, mas viralizou com grande rapidez entre os adolescentes. O desafio da Baleia Azul impõe 50 desafios para os jovens, sendo que a última tarefa proposta é o suicídio.

O jogo macabro gerou uma grande preocupação na sociedade brasileira. Existem investigações em três estados brasileiros. No Mato Grosso, a morte de um adolescente está sendo investigada por ter indícios de envolvimentos com o jogo da Baleia Azul. No estado do Rio de Janeiro, a polícia apura uma tentativa de suicídio com provável envolvimento com o game.

Publicidade
Publicidade

Já no estado da Paraíba, os policiais investigam alunos de uma escola de João Pessoa. O grupo estaria espalhando algumas regras sobre o jogo através de um aplicativo de mensagens de celular.

Na verdade, o #desafio da Baleia Azul são tarefas impostas aos adolescentes através de trocas de mensagens feitas pelas redes sociais. As pessoas que estão organizando o jogo são denominadas de curadores e são eles os responsáveis por passar as tarefas macabras.

Como surgiu o desafio da Baleia Azul

O game, na verdade seria um ‘fake news’, ou seja, notícia falsa, que foi divulgada através da mídia na Rússia, isso teria acontecido no ano de 2015. No entanto, Tiago Tavares, presidente da Safernet, explica que mesmo quando uma notícia é fake, acaba-se gerando um efeito contagioso, principalmente com esse público mais jovem.

Publicidade

Isso quer fizer que o game não existia de verdade, porém, com a enorme repercussão gerada em volta na notícia, passou a existir.

Dicas para lidar com os adolescentes e evitar problemas com esse desafio macabro

Os pais devem estar alertas com o comportamento dos jovens

Uma mudança de comportamento repentina pode ser indício de que o jovem esteja passando por algum problema que não consiga lidar. Isolamento, alterações na alimentação e nas vestes podem ser sinal de que algo está errado.

Compartilhar projetos

É necessário que os pais estejam participando da rotina dos filhos. Saber o que eles estão fazendo e conhecer o círculo de amizade dos jovens é de grande importância. Os pais precisam incentivar os filhos a traçar projetos de vida, como viagens, o que pretendem fazer profissionalmente ou até mesmo planejar o fim de semana.

Esteja aberto ao diálogo

Os filhos devem sentir o acolhimento dos pais para estarem à vontade e falar sobre os seus sentimentos. Especialistas afirmam que adolescentes com baixa autoestima são mais propensos a cair neste tipo de armadilha.

Jovens necessitam de aliados

Os adolescentes sentem necessidade de procurar pessoas em quem confiam para dividir seus anseios, seja pessoas dentro família ou mesmo em outros ambientes. É importante que eles entendam que essas pessoas que estão organizando esse jogo são manipuladores.