Aos 23 anos, a #dona de casa Jéssica Priscila Leite de Souza, mãe de um casal de gêmeos, tomou um susto ao descobrir que estava grávida novamente. O que ela não esperava era que a surpresa seria ainda maior. Um exame de ultrassonografia mostrou que ela não estava esperando apenas um filho, mas sim quatro.

A jovem, que estava tomando anticoncepcional, engravidou de forma natural e não sabe como vai conseguir criar as seis crianças. Ela mora com o marido em um cômodo que fica atrás da casa de sua mãe em Campina Grande, na Paraíba.

Em reportagem exibida pela TV Paraíba, a dona de casa contou que no primeiro exame de ultrassonografia, o médico havia dito que ela estava esperando trigêmeos e foi uma surpresa, mas no segundo exame o choque foi ainda maior ao descobrir que na verdade seriam quadrigêmeos.

Publicidade
Publicidade

Jéssica está no quarto mês de gestação e teve que abrir mão de seu emprego como balconista para cuidar de sua saúde. Os médicos que acompanham a jovem afirmaram que a gestação é de alto risco e a dona de casa precisa fazer repouso absoluto enquanto espera os bebês.

Sem conseguir exercer as atividades domésticas, Jéssica conta com a ajuda da mãe para manter a casa em ordem e cuidar de seus outros filhos. Ela precisa fazer um acompanhamento mensal na Maternidade Elpídio de Almeida, em Campina Grande, onde os especialistas realizam exames para acompanhar a saúde dos bebês.

Dificuldade financeira

Sem emprego e com uma gravidez rara e delicada, Jéssica é casada com um vigilante que tem seu salário totalmente dedicado a pagar as despesas de casa. Eles moram em um cômodo apertado junto com o casal de gêmeos e tem poucos recursos financeiros.

Publicidade

A jovem tem esperança de que surja alguma ajuda financeira, pois admite ser impossível criar seus seis filhos em um local tão pequeno. Mesmo com tantas dificuldades, ela e sua família estão felizes com a vinda dos quadrigêmeos. A sua mãe garante que irá ajudá-la a cuidar dos bebês, independente das dificuldades.

Família de gêmeos

O caso de Jéssica não é isolado. Em sua família há histórico de irmãs e primas que também já tiveram gêmeos, assim como ela mesma. De acordo com médicos especializados em gestações múltiplas, casos como o da jovem só acontecem a cada 600 mil gestações e sua gravidez pode estar atrelada ao histórico familiar.

Geralmente, casos de quadrigêmeos são comuns em gestações advindas de inseminação artificial. É raro quando uma pessoa consegue este feito de forma natural. Nesses casos, o cuidado com a saúde da mãe e dos bebês deve ser ainda maior. #bebes #gemeos