Essa semana, imagens divulgadas pela polícia mostram os momentos de horror vividos por um casal que saia de um restaurante na Vila Madalena, na Zona Oeste de São Paulo. Os dois estavam voltando de um bar e tentavam atravessar entre as ruas Girassol e Aspicuelta quando foram abordados pelos bandidos que passaram em alta velocidade.

O casal passava pela faixa de pedestres quando foi surpreendido por um carro em alta velocidade que quase os atropelou na via. Assustada e revoltada com a situação a mulher, que não quis de identificar, tentou tirar satisfação com o motorista. Aparentemente ele teria arrancado o carro sem revidar, e as vítimas continuaram seguindo pelo trajeto quando perceberam que estavam sendo seguidos por dois homens armados.

Publicidade
Publicidade

Eram o motorista e o carona do veículo que tinha acabado de passar. Os criminosos teriam largado o carro na via e ido em direção ao casal já com intuito de agredi-los. Toda a violência foi flagrada pelas câmeras do circuito externo de segurança de estabelecimentos perto do local. As cenas são fortes e mostram os instantes em que as vítimas sofreram nas mãos dos bandidos. Assista às cenas chocantes das agressões no link a seguir:

Eles são abordados e começaram a receber chutes, pontapés, e socos. Um dos criminosos usa a arma para dar coronhadas na cabeça do homem, que cai no chão. A mulher também é empurrada pelo menos duas vezes e também cai na calçada. Durante a movimentação é possível ver que várias pessoas que passavam pelo local tentam impedir que a violência aconteça. No entanto, os dois homens continuam a bater nas vítimas mesmo com elas já sem reação.

Publicidade

O ponto culminante é quando um dos criminosos aponta a arma para a cabeça do homem e dispara. Felizmente, um outro rapaz, visualizado de touca nas imagens, segura o braço do bandido, que acaba errando a mira e não acertando a vítima. Foi por poucos centímetros que o homem não foi atingido pelo disparo. Segundo o testemunho do casal eles sofreram um trauma psicológico enorme, e não conseguem mais dormir, e ir trabalhar pensando que uma violência semelhante possa acontecer novamente.

De acordo com a mulher, ela sonha que está sendo agredida e chora constantemente só de lembrar os momentos que sofreu. Apesar do susto enorme, os dois tiveram apenas ferimentos leves. Ele com dois cortes pequenos na cabeça, e ela com um dente quebrado. O #Crime vem sendo investigado pela polícia que ainda tenta localizar os criminosos, que acabaram fugindo da cena do crime a pé e andando como se nada tivesse acontecido.

#Casos de polícia