O morador da cidade de Matão, no interior do estado de São Paulo, Benedito Aparecido do Amaral, de 51 anos, morreu na última terça-feira (4) depois que um trem da América Latina Logística (ALL) passou sobre o seu corpo, no Bairro Parque Aliança.

Segundo informações, Benedito havia abusado sexualmente de duas sobrinhas e a Polícia Militar estava à sua procura. Para não ser preso, o homem teria se jogado na linha do trem. O peso e a velocidade do veículo sobre trilhos partiu o corpo do homem ao meio.

As imagens chocantes passaram a circular pela internet nos últimos dias. Preferimos não publicá-las aqui para poupar o leitor de ver cenas bastante desagradáveis e fortes.

Publicidade
Publicidade

Informações desencontradas

O nome do homem e a sua morte foram confirmadas, mas o que de fato aconteceu ainda está sendo investigado. Nas redes sociais, circula a informação de que ele teria, de fato, se matado para não ser preso por causa dos estupros que cometeu.

Em alguns sites, afirma-se que o homem não se matou, e sim foi jogado na linha do trem por justamente ser estuprador. O corpo de Benedito foi encontrado na terça-feira, às 13h, por um rapaz de 18 anos que passava pelo local.

Todas as hipóteses estão sendo investigadas pela Polícia Militar de Matão e de Araraquara.

Estupro

Se há um #Crime que é mal visto até por criminosos, este é o estupro. Pela internet, há diversos vídeos que mostram estupradores sendo espancados e mortos por populares.

De qualquer forma, o melhor modo de solucionar um crime é entrando em contato com a Polícia Militar de sua cidade.

Publicidade

Justiça com as próprias mãos também é crime, e quem comete corre o risco de ir preso.

Matão

A cidade de Matão fica a 305 km da capital do estado. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, a população da cidade era de apenas 82.990 habitantes.

Casos como esse costumam chocar até mesmo cidades grandes, imagina o que não acontece em cidades do tamanho de Matão, cuja população é menor do que muitos bairros de São Paulo.

O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do município é de 0,806 e alcança a escala muito alto no sistema de pontuação dessa medida comparativa usada para classificar o desenvolvimento humano de cidades e países. #Casos de polícia